Discussão:Diário de Anne Frank

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

ATENÇÃO: Não cheguei a ver quem foi, mas alguém colocou, na palavra cartas, PT-br: um link PT-pt: uma hiperligação para "Baralho". Não sei como acharam que o livro era feito de cartas de baralho. O livro não é nem feito de cartas, imagine de cartas de baralho! Na verdade, "O Diário de Anne Frank" foi feito das anotações da menina em seu diário. Devem ter achado que eram cartas porque começam com "Querida Kitty". Como está explicado no livro, a menina apelidou o diário de Kitty, então, ao invés de escrever "Querido diário", ela falava Kitty, mas não são cartas. Mas a explicação para cartas de baralho eu não achei. Eu já corrigi os erros, mas fiquem avisados, para não repetirem-os. --Um wikipedista 17h17min de 8 de Junho de 2007 (UTC) By Anne Frank

Anne Frank, não queria que o seu diário tivesse sido publicado, aliás em Sexta-feira, 14 de Abril de 1944 ela até diz que se o diário dela for publicado se devia chamar "As confidências de um patinho feio", e mais para trás (não me lembro da data) as pessoas do anexo lêem que quando a guerra acabar o governo queria relatos escritos de judeus que estiveram "mergulhados" durante a guerra, e Anne diz que não quer que o seu diário seja publicado!

Acho que a minha observação está correcta! Cumprimentos, Ana Gonçalves bom eu acho que você esta errada e se escreve correta não correcta :s