Discussão:Marketing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Introdução[editar código-fonte]

A introdução não está de acordo com o livro de estilo.

Conforme Wikipedia:Livro de estilo/Seção introdutória

Uma boa introdução pode possuir até quatro parágrafos, e deve estar escrita de forma clara e acessível — para assim, encorajar o leitor a prosseguir a leitura do restante do artigo. Uma introdução ruim terá sido muito curta e não resumirá todo o conteúdo do artigo. A seção introdutória precisa resumir o conteúdo de todo o artigo e nela, devem ser seguidas algumas regras de estilo.

Além disso, Wikipedia:Coisas a não fazer diz:

Não crie entradas de dicionário A Wikipédia não é um dicionário. O seu objectivo é reunir o conhecimento humano. Cada artigo deve resumir informações sobre um determinado tema. Por isso, não devem ser criadas páginas que se limitam a explicar o significado de uma palavra. Nem todas as palavras correspondem a uma área do conhecimento humano. Por exemplo, a Wikipedia não deve ter nenhuma entrada sobre olhar, olhou, ver ou visualizar, mas deve ter um artigo sobre visão humana. E o conteúdo de uma página não deve ter o formato de um dicionário. Os artigos da Wikipédia devem seguir o livro de estilo. Se deseja contribuir com entradas de dicionário, use então o projeto irmão, o Wikcionário.

Eu me proponho a revisar este artigo, começando pela introdução, mas também alterando a estrutura lógica do texto. Gostaria de iniciar esse debate para ver quais são as opiniões dos editores com relação a esse artigo. --Editor br (discussão) 08h03min de 4 de Dezembro de 2008 (UTC)

Não sou especialista em marketing, mas concordo com a reformulação, incluindo a seção introdutória. Vai mudar a estrutura/seções/ordem dos assuntos ? Pode fazer uma lista de como ficaria ? ⇒ Rjclaudio msg 10h07min de 4 de Dezembro de 2008 (UTC)

No gráfico de ciclo de vida do produto não acredito que uma das variáveis seja necessáriamente dinheiro. o comentário precedente não foi assinado por 189.109.142.58 (discussão • contrib.) JSSX uai 13h14min de 3 de agosto de 2009 (UTC)

Linhas introdutórias[editar código-fonte]

A parte introdutória (descritiva) do artigo, poderia ser um tanto mais elucidativa nos seguimentos que expressam o seguinte:

excerto:

Marketing é o processo usado para determinar que produtos ou serviços poderão interessar aos consumidores, assim como a estratégia que se irá utilizar nas vendas, comunicações e no desenvolvimento do negócio.

Le-se sinteticamente o seguinte: Marketing é o processo usado para determinar (...) a estratégia que se irá usar (...) no desenvolvimento do negócio. (claro apartando outras coisas ao que o marketing no texto também se presta).

Mas isso, 'o processo de determinar a estratégia no desenvolvimento do negócio' como acima exposto não seria algo ligado a gestão em si e não Marketing? Pois é o que pelo menos se depreende numa lida por alto desse trecho ai, uma melhor explanada podia ser feita.

Pois a que aspecto ligado ao desenvolvimento do negócio se está a referir, qual seria este? De propaganda? De finanças? De logistica? podem ser qualquer coisa relacionada a atividade qualquer dentro de um negócio? Isso abrange virtualmente muita coisa por exemplo o RH caberia ai (claro extrapolando as coisas para demonstrar o ponto). É esse o caso? Penso que uma especificada para que se aclare esse fim (dentro do desenvolvimento do negócio), nesse dado segmento pode ser assaz indicável. Para ser mais específico, a que aspecto do desenvolvimento do negócio o marketing se presta a determinar e pode interferir de modo pontual e direto e a curto prazo dentro da empresa? Pois sem complemento aquela parte soa um tanto quanto avulsa.

Poderia ser algo assim a ex.: Marketing é o processo usado para determinar (...) a estratégia que se irá usar (...) no desenvolvimento do negócio do ponto de vista A; ou ainda; pelo viés B, ou algo assim; pois ai parece haver a necessidade de um complemento que diga qual desenvolvimento em que área do negócio, nem que seja o: como um todo (que não avalio que diretamente o seja, mas como exemplo o apresento aqui).

Outra parte é finalidade do marketing é criar valor e satisfação no cliente, gerindo relacionamentos lucrativos para ambas as partes, aqui se cria valor no cliente? Ou junto do cliente? sei lá, se si cria um valor é na percepção do cliente e não no cliente.

E adendo que o termo usado lucrativo liga de pronto a ideia de valor monetário (preço), ainda que lucrativo signifique mais do que só a dimensão monetária da coisa, de pronto evoca isso a mente, uma palavra que expressa o mesmo e que de pronto traz a lucratividade que esse texto parece querer fazer expressar é vantagem ou benefício, ou seja relacionamento vantajoso, relacionamento mutuamente benéfico ou algo que conote menos a questão do valor econômico apenas.

--O ec (discussão) 04h44min de 27 de março de 2012 (UTC)

São pertinentes as suas observações. "Desenvolvimento do negócio" (em inglês, business development), significa gerar volume do negócios, o que muitas vezes corresponde a "vendas" ou "faturação", mas é mais abrangente que esses termos específicos. Talvez seja esta a explicação que falta.
Sobre a criação de valor, é verdade que no grande consumo/B2C fala-se antes em gerar valor apercebido; mas em B2B fala-se em gerar valor ao cliente (ou "no cliente", "junto do cliente", a meu ver expressam a mesma coisa); portanto julgo que ambos os aspectos são relevantes.
O termo "lucrativo" referindo-se ao cliente é no mínimo infeliz. Os termos que refere - "vantagem" e "benefício" - são de facto mais corretos na linguagem do marketing. --DReispt msg 09h01min de 27 de março de 2012 (UTC)