Discussão:Pedofilia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A palavra pedofilia, de origem grega, significa “amor às crianças”.[editar código-fonte]

Vamos combater o uso errôneo dessa palavra que é comummente usada por desinformados na mídia para designar o desejo sexual por crianças. Sugiro uma seção explicando os significados de pedofilia. será que o uso correto para denominar uma perversão sexual entre um adulto e uma criança ao invés de ser pedofilia fosse pedolatria? se a origem de Filia significa tornar como filho ou amor filial, esta não seria a denominação certa, mas latria como em idolatria, atração pervertida.

Terminologia errada x crimes de difamação[editar código-fonte]

Estou recolocando a informação jurídica importante colocada pelo usuário "Leb" que foi retirada por outro usuário sem qualquer justificativa.

O conhecimento das leis do país é de suma importância. As pessoas devem assumir a responsabilidade inclusive jurídica pelo que dizem ou fazem.

Apesar de ser membro (sócia-fundadora) de uma ONG que protege os direitos de crianças, reconheço a importância de que as informações sejam trazidas de forma correta, sem a prática de crimes e sem ferir a ética.

Não podemos achar que "os fins justificam os meios". Senão vamos cair na barbárie do que ocorreu com a estudante Geize na faculdade Uniban, humilhada por uma multidão de covardes que se comportaram como animais. Se ela estivesse num momento de fragilidade por questões pessoais, poderia ter inclusive se suicidado naquele momento. Todos os que a agrediram deveriam (e poderão) ser identificados e processados. O mesmo pode ocorrer neste caso com a reputação de uma pessoa chamada de pedófila sem ser na verdade. ShirleyTM (discussão) 19h18min de 25 de novembro de 2009 (UTC)

Apenas movi as informações para baixo, depois das seções mais fundamentais, sobre questões biológicas e psicológicas. A seção referida nunca foi apagada. Na mesma reversão sua, foram removidas propostas de fusão sobre crimes (cujos praticantes o fazem mais por oportunismo do que pelo transtorno sexual) com os artigos mais convenientes e foi restaurada uma imagem de estupro, que serviria para ilustrar com precisão apenas o artigo abuso sexual de menor. Enfim, uma tempestade em copo d'água. Denis (discussão) 02h35min de 26 de novembro de 2009 (UTC)

"Terminologia errada: difamação, crimes relacionados e problemas éticos"[editar código-fonte]

Acho que esta secção não faz sentido - quase tudo o que lá diz não é especifico da pedofilia: poderia perfeitamente aplicar-se a qualquer outra conduta criminal e/ou desviante. Vamos escrever uma secção com a mesma informação nos artigos "roubo", "homicidio", "fogo posto", "espionagem", "corrupção", etc.?--MiguelMadeira (discussão) 22h52min de 23 de fevereiro de 2011 (UTC)

Gostaria somente de acrescentar, sob própria colocação e/ou opinião de que a pedofilia não se insere somente no que diz respeito ao abuso de um adulto a um menor (ou 5 anos mais novo(a)) como se declara o artigo, mas vai além. A pedofilia, além da questão da idade, é o ato libidinoso de uma pessoa mais velha se aproveitar da ingenuidade de uma criança, porque esta se deixa atrair pelas apelações sexuais daquela, não propositalmente, mas prazerozamente, dando-se conta de que é errado muito tempo depois (a criança).

Edição do artigo[editar código-fonte]

Editei o ínício do artigo, na parte onde se fala sobre "adolescentes de 16 e 17 anos", porque este detalhe sobre a diferença de 5 anos, e outros detalhes que devem ser considerados, está claramente explicado na seção Diagnóstico. --187.7.216.180 (discussão) 00h09min de 19 de julho de 2011 (UTC)

A informação está baseada na fonte, e é claramente atribuída à OMS. Qual o problema? Eamaral (discussão) 00h16min de 19 de julho de 2011 (UTC)

Não há "problema" simplesmente a informação, localizada onde está, se torna desnecessária, fica deslocada. Em Diagnóstico é possível se aprofundar mais, e lá fala-se sobre um dos fatores do diagnóstico ser o fato de se ter 13 anos ou mais, portanto, não há necessidade prática de tais dados estarem lá no início. --187.7.216.180 (discussão) 00h22min de 19 de julho de 2011 (UTC)

Pode mostrar onde está aquela informação na seção "Dignóstico"? Lembrando que a edição não se resumiu a apagar a "parte onde se fala sobre 'adolescentes de 16 e 17 anos' ". Eamaral (discussão) 00h32min de 19 de julho de 2011 (UTC)

A informação da seção Diagnóstico está na sua página de discussão, escrevi lá. --187.7.216.180 (discussão) 01h48min de 19 de julho de 2011 (UTC)

Não escreveu onde está a informação de que "adolescentes de 16 ou 17 anos também podem ser classificados como pedófilos, se eles tiverem uma preferência sexual persistente ou predominante por crianças pré-púberes pelo menos cinco anos mais novas do que eles", que é a informação da referência da OMS... Não me oponho à recolocação da frase para a seção diagnóstico, mas não vejo por que apagá-la. Eamaral (discussão) 02h04min de 20 de julho de 2011 (UTC)

"namoro entre uma adolescente de 14 anos e um jovem de 18 anos"[editar código-fonte]

Na secção "diagnóstico" é dito "Namoro entre adolescentes e adultos não é considerado pedofilia por especialistas no assunto. (Exemplo: O namoro entre uma adolescente de 14 anos e um jovem de 18 anos)[13][14]".

Qual é o problema do exemplo dado? É que, indo pelos pontos anteriores do critério de diagnóstico, um namoro entre uma adolescente de 14 anos e um adulto de 48 anos também não é pedofilia (já que uma adolescente de 14 anos não é "menor de 13 anos"); não faria mais sentido que o exemplo se referisse a uma rapariga de 13 anos?--MiguelMadeira (discussão) 21h56min de 13 de agosto de 2012 (UTC)

Concordância[editar código-fonte]

"os atos sexuais é um crime" em "Psicologia" alguém corrija por favor.Jabukaman

Yes check.svg Corrigido. --HVL disc. 23h18min de 23 de janeiro de 2014 (UTC)