Discussão:Prayers for Bobby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ampliação[editar código-fonte]

Agent010, saindo um pouco do gênero terror, este aqui é outro artigo que gostaria de ampliar. Agradeço-te desde já se puderes colaborar de alguma forma. Para começar, minha primeira dúvida é com relação à versão dublada (ou dobrada). Não encontrei informações mais detalhadas sobre a versão brasileira do filme (tampouco a portuguesa) em sites mais conhecidos, apenas em um fórum chamado Dublanet, que é bloqueado pelo filtro de spam. O que você sugeriria? Ezco Musaos (discussão) 20h31min de 19 de novembro de 2018 (UTC)

Realizei alguns ajustes, Ezco Musaos. Também não encontrei informações sobre a versão brasileira, por isso acho que, ou se usa as informações do fórum, ou deixa quieto. Lembrando que, se quiseres incluir alguma fonte bloqueada pelo filtro, basta fazer um pedido aqui.--Agent010 Yes? 12h58min de 20 de novembro de 2018 (UTC)
Agent010, encontrei um artigo da UEPB que corrobora a informação sobre o estúdio de dublagem e a versão brasileira do título do filme. Acredito que seja confiável. Ezco Musaos (discussão) 20h07min de 20 de novembro de 2018 (UTC)
Boa, Ezco Musaos, creio que possa, sim, ser acrescentado ao artigo.--Agent010 Yes? 23h51min de 20 de novembro de 2018 (UTC)
Agent010, realizei mais alguns acréscimos, alguns trechos ainda estão por ser revisados (se puderes ajudar...), mas acredito que já esteja um pouco melhor. Gostaria de acrescentar muito mais às seções sobre "seleção do elenco", "filmagens" e "música", mas acho que isso ainda vai demorar um pouco. Parece que a maioria das informações mais relevantes sobre esse filme só podem ser encontradas em teses e dissertações, haja tempo para ler (mas quanto mais desafiadora é a escrita de um artigo, mais interessante se torna, não é? (risos)). Então, o que achaste dessas edições? Ezco Musaos (discussão) 03h00min de 28 de novembro de 2018 (UTC)

Encontrei esta entrevista realizada com Ryan Kelley, Ezco Musaos. Creio que alguma coisa possa ser utilizada.--Agent010 Yes? 16h02min de 7 de dezembro de 2018 (UTC)

Agent010, sobre Ryan Kelley, muito bem, fatos relevantes encontrados. Agora, quanto ao notável (não sei se exatamente famoso) discurso de Mary Griffith no Congresso dos Estados Unidos em 6 de dezembro de 1995, realmente ele é mostrado no filme, porém, como um evento real, infelizmente não aparece nada relevante na web sobre esse momento. Será que esse discurso aconteceu no Congresso americano realmente? Ezco Musaos (discussão) 03h08min de 3 de janeiro de 2019 (UTC)
Procurei, mas não encontrei algo relacionado a isso, Ezco Musaos. Se não há fontes, não tem o que fazer. Gostei dos novos conteúdos adicionados :).--Agent010 Yes? 20h30min de 5 de janeiro de 2019 (UTC)
De fato, Agent010. Parece que o discurso aconteceu, mas foi apenas a nível local, numa audiência pública da cidade em que Mary vivia (só me falta achar uma fonte confiável, além do próprio filme, claro). Obrigado pelo incentivo.:) Já dei uma arrumada no enredo e no elenco, não sei se está totalmente adequado. Ezco Musaos (discussão) 01h22min de 6 de janeiro de 2019 (UTC)
Qualquer coisa, Ezco Musaos, usemos o filme como fonte. Bom trabalho ;).--Agent010 Yes? 02h21min de 6 de janeiro de 2019 (UTC)
Agent010, removi as informações duvidosas e inseri outras, bem referenciadas, no lugar. Acho que ficou melhor. Que achas? O próximo passo é arrumar a infocaixa. Dúvida: numa adaptação de livro, como é o caso deste filme, quem deve de fato ser informado como o roteirista na infocaixa: o autor do livro ou quem adaptou o roteiro? Acho que é o segundo, não é? Ezco Musaos (discussão) 21h56min de 6 de janeiro de 2019 (UTC)
P.S.: Acho que seria interessante criar a página sobre a organização PFLAG, mas artigos sobre grupos e instituições não são meu forte. Ezco Musaos (discussão) 22h02min de 6 de janeiro de 2019 (UTC)

As novas informações ficaram muito melhor, Ezco Musaos. No que tange à infocaixa, observe nestes filmes: Bird Box, Precious e Requiem for a Dream: há o nome do(a) roteirista e, em baixo, a obra em que cada um deles foi baseado e seu autor. Aqui, o roteiro fica por conta de Katie Ford, não de Leroy F. Aarons, que escreveu o livro. Verei se crio a página sobre a organização.--Agent010 Yes? 22h46min de 6 de janeiro de 2019 (UTC)

Caros Agent010 e R. Kenneth, que mais vocês acham que poderia ser acrescentado ou melhorado neste artigo, além de problemas de formatação/redação? Acho que não consigo "achar mais nada" sobre este filme. Já estaria apto a destaque? Ezco Musaos (discussão)
Eu geralmente não edito artigos sobre cinema, mas eu não sei o que poderia ser colocado a mais. Eu não encontrei erros, e votaria para destaque. A redação está ótima e agradável. R. Kenneth msg 01h29min de 10 de janeiro de 2019 (UTC)

Criado PFLAG. R. Kenneth msg 19h48min de 13 de janeiro de 2019 (UTC)

Ezco Musaos, já realizei os ajustes que achei necessário. Creio que o artigo já está apto para ser candidato a EAD.--Agent010 Yes? 14h57min de 17 de fevereiro de 2019 (UTC)

Agent010, realizei mais alguns acréscimos em "Reconhecimento", pois o filme ganhou mais alguns prêmios além dos até então mencionados na seção. Confira lá e, se errei nas traduções, sinta-se à vontade para corrigir. Ezco Musaos (discussão) 16h49min de 18 de fevereiro de 2019 (UTC)
P.S.: Ainda tenho dois receios principais quanto à candidatura à destaque deste artigo: 1. As informações sobre título e lançamento em Portugal, as quais não encontrei em lugar algum, assim como também não encontrei nenhuma fonte que afirme que a obra não tenha sido lançada no país lusófono. 2. Alguma informação relacionada às escalações de Henry Czerny e Austin Nichols, visto que ambos desempenham papéis importantes no filme. Infelizmente não encontrei nenhuma entrevista ou fato relevante sobre a seleção de ambos para o elenco. Achas que esses empecilhos poderiam comprometer a candidatura do artigo? Não quero ir com "muita sede ao pote" como fui da última vez com Sexta-Feira 13 (2009) (risos). Naquela ocasião, não entendi porque o artigo não foi eleito bom e até me chateei um pouco com os editores, mas depois, relendo o artigo, percebi que realmente deixei passar muitos erros primários. Ezco Musaos (discussão) 17h50min de 18 de fevereiro de 2019 (UTC)
Ezco Musaos, naquela Dissertação de Mestrado, da Rezende, Bibiana A., inserida por ti aqui, fala: "Orações para Bobby" ou "Rezando para Bobby" são as traduções realizadas em para o título do filme, sendo a segunda a mais usada em Portugal.": creio que essa questão está resolvida, o obra foi exibida em território português. Sobre as escalações dos supracitados atores, se não há entrevistas ou informações que prescrutam os processos, não tem o que fazer, candidatemo-lo assim mesmo.--Agent010 Yes? 11h15min de 19 de fevereiro de 2019 (UTC)
Realmente, Agent010, acabei não notando essa informação da Dissertação de Mestrado. Tens razão. Peço-te que, se possível, formate a infocaixa do filme acrescentando o título Rezando para Bobby em Portugal. Eu mesmo não o faço, pois não tenho certeza de qual seria a predefinição correta, neste caso: "título-br/título-pt" ou "título-BRA/título-PRT", uma vez que são três títulos diferentes em português, dois no Brasil e um em Portugal. Quanto à escalação dos atores, OK, deixemos quieto, então. :) Ezco Musaos (discussão) 22h35min de 19 de fevereiro de 2019 (UTC)
P.S.: Agent010, creio que sua avaliação, contribuições e sugestões seriam extremamente bem-vindas e valiosas aqui. Ezco Musaos (discussão) 02h24min de 21 de fevereiro de 2019 (UTC)
Formatação feita, Ezco Musaos. Achas que seria interessante criares uma seção sobre "Temas e análises", como esta? Isso enriqueceria o artigo, e muito. Na página 48 da Dissertação de Mestrado, a autora faz uma análise legal, que poderia ser usada aqui. Encontrei outros sítios que também fizeram um estudo sobre a obra: 1 e 2, cujo título é: "ESTAMOS TODOS “ORANDO POR BOBBY”: A ANGÚSTIA E A EXPERIÊNCIA DA DOR COMO FORMA DE SUPERAÇÃO DO PRECONCEITO DE ORIENTAÇÃO SEXUAL", caso não consigas acessar a este último. Verei em que posso ajudar no artigo Legião Urbana.--Agent010 Yes? 20h07min de 21 de fevereiro de 2019 (UTC)
Agent010, que bom que tocaste neste ponto da seção "Temas e análises". Sim, seria ótimo. Cogitei criá-la, mas me pareceu inicialmente que Prayers for Bobby é um filme de temática tão "limitada", digamos assim, que assumi que não haveria muito a adicionar na referida seção, visto que em "Desenvolvimento", "Roteiro" e "Crítica", por exemplo, a essência do filme e sua mensagem já me pareciam bastante desenvolvidas e "esmiuçadas". Perfeito tuas observações de que ainda há possibilidades de abordagens sobre esse filme. De fato, o trabalho desenvolvido na Dissertação de Mestrado é de uma riqueza de informações fascinante, quiçá o trabalho mais completo sobre esse filme disponível na internet. As demais fontes também me parecem muito boas. Apoio sim a criação da seção no artigo. Entretanto, lamentavelmente estou sem tempo para realizar tal edição no momento, estou apenas fazendo edições esporádicas e menores no site por estes dias. Quem sabe tu poderias iniciá-la, assim que tiveres um tempinho também? Ezco Musaos (discussão) 00h00min de 22 de fevereiro de 2019 (UTC)