Distância angular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Em matemática (em particular geometria e trigonometria) e nas ciências naturais (por exemplo, astronomia e geofísica), a separação angular, ou distância angular, ou separação aparente, ou distância aparente entre dois objetos pontuais, vistos de uma posição diferente das dos objetos, é o ângulo entre as duas direções que se originam no observador e apontam para esses dois objetos.

Uso[editar | editar código-fonte]

O termo separação (ou distância) angular é tecnicamente sinônimo de ângulo, mas tem o objetivo de sugerir a distância linear entre esses objetos (por exemplo, estrelas observadas da Terra), que frequentemente é muito grande ou desconhecida.

Medição[editar | editar código-fonte]

Como a separação angular é conceitualmente idêntica ao ângulo, ela é medida nas mesmas unidades, como graus ou radianos, utilizando instrumentos como goniômetros ou instrumentos ópticos especialmente projetados para apontar para direções bem definidas e gravar os ângulos correspondentes (como os telescópios).

Equação[editar | editar código-fonte]

Para calcular a separação angular em segundos de arco para sistemas de estrelas binárias, planetas extrassolares, objetos do Sistema Solar e outros objetos astronômicos, é utilizada a distância orbital (semieixo maior) , em UA, dividida pela distância estelar , em parsecs, e pela aproximação de pequenos ângulos para :

Dadas duas posições angulares, cada uma especificada por uma ascensão reta (AR) e uma declinação (Dec) , a separação angular entre os dois pontos pode ser calculada como:

Referências[editar | editar código-fonte]