Divisão em média e extrema razão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O geômetra Euclides, no Livro VI de Os Elementos, dá a seguinte definição da divisão em média e extrema razão: "um segmento de reta se diz dividido em média e extrema razão, se a razão entre o menor e o maior dos segmentos é igual à razão entre o maior e o segmento todo".[1] Determinar a divisão em média e extrema razão de um segmento AB, é o mesmo que encontrar o segmento áureo de AB. Por se tratar de um problema que envolve uma equação de segundo grau, o mesmo admite duas respostas. Assim, o processo de divisão pode também determinar o segmento áureo de E'B.

Divisão em média e extrema razão.

Processo de construção[editar | editar código-fonte]

Processo de construção, com régua e compasso:[2]

  • Determine o ponto de médio (M) de AB
  • Levante por B uma perpendicular BC, sendo BC = BM
  • Com centro em C trace uma circunferência de raio CB
  • Trace uma semirreta AC
  • A interseção entre a circunferência e a semirreta determina os pontos D e D'
  • Com centro do compasso em A e abertura AD, trace um arco e determine o ponto E
  • AE é o segmento áureo de AB

Em prosseguimento tem-se:

  • Com centro do compasso em A e abertura AD', trace um arco e determine o ponto E'
  • E'A é o segmento áureo de E'B

Exemplo numérico[editar | editar código-fonte]

Na prática, ao partir-se de um segmento de 10 unidades (AB), determina-se a sua seção áurea multiplicando-o por0,618 (média), onde AE = 6,18. Para encontrar-se um segmento maior, deve-se multiplicar as dez unidades iniciais (AB) por 1,618, determinando-se AE' = 16,18.[3]

Referências

  1. UFF. «O número de ouro». Consultado em 22 de Maio de 2012. 
  2. a b Putnoki, José Carlos - Elementos de Geometria e desenho geométrico. Vol. 1. Ed. Scipione, São Paulo, 1989. p. 140.
  3. Mandarino, Denis (2010). Desenho geométrico, construções com régua e compasso. [S.l.]: Plêiade. pp. p. 35. 978-85-7651-045-1 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Braga, Theodoro - Desenho linear geométrico. Ed. Cone, São Paulo: 1997.
  • Carvalho, Benjamin - Desenho Geométrico. Ed. Ao Livro Técnico, São Paulo: 1988.
  • Doczi, György (1990). O Poder dos limites. [S.l.]: Mercuryo 
  • Giongo, Affonso Rocha - Curso de Desenho Geométrico. Ed. Nobel, São Paulo: 1954.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geometria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.