Dry lease

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na aviação, Dry lease é um contrato em que uma companhia aérea (lessor) disponibiliza um avião a outra companhia (lessee). Todos os custos são suportados pelo lessee, como a tripulação (pilotos, comissários de bordo e hospedeiras), a manutenção e seguro do avião, combustíveis, taxas aeroportuárias, reservas, etc.

O dry lease é utilizado, habitualmente, por empresas de leasing e bancos, sendo da responsabilidade do lessee a certificação de operador aéreo e registo do avião. A duração de um contrato de dry lease é no mínimo de dois anos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.