Eduardo Fischer (nadador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo Fischer
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo Eduardo Aquiles Fischer
Estilo nado peito
Nascimento 25 de março de 1980 (37 anos)
Joinville,  Santa Catarina
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 76 kg Altura: 1,81m
Clube Joinville Tênis Clube
Medalhas
Campeonatos Mundiais – Piscina Curta
Bronze Moscou 2002 50 metros peito
Jogos Pan-Americanos
Prata Santo Domingo 2003 4x100 metros medley
Bronze Santo Domingo 2003 100 metros peito

Eduardo Aquiles Fischer (Joinville, 25 de março de 1980) é um nadador brasileiro, especialista no nado peito.[1]

Formado em direito, fez pós-graduação em direito tributário, e hoje é advogado tributarista.[2][3]

Trajetória esportiva[editar | editar código-fonte]

Motivado pelo irmão mais velho, que já praticava a natação, aos seis anos Eduardo Fischer entrou na escolinha de natação do Joinville Tênis Clube, onde ficou por dez anos. Aos 12 anos começou a treinar para competições.[2]

Em 1996 foi vice-campeão catarinense nos 100 metros nado peito.[2]

O primeiro título importante veio em 1997, no Campeonato Brasileiro de Inverno, com a medalha de ouro nos 100 metros peito.

Em 1998 participou de seu primeiro Troféu Brasil e ficou em segundo lugar no nado peito.[2]

Em 1999 foi para o Minas Tênis Clube, de onde seguiu para defender o Club de Regatas Vasco da Gama até 2002, quando retornou a Joinville.[4]

Participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 2000 em Sydney, na prova dos 100 metros peito (31º lugar) e dos 4x100 metros medley (12º lugar).[1]

Em 2001 já era recordista sul-americano dos 50 metros peito[5] e dos 100 metros peito.[6]

No Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2002 obteve sua melhor performance em um torneio internacional, obtendo a medalha de bronze nos 50 metros peito.[7] Além disso, também foi à final dos 100 metros peito, terminando em sexto lugar,[8] e à final dos 4x100 metros medley, terminando em sétimo lugar.[9] Nesta competição ele bateu duas vezes o recorde sul-americano de piscina curta dos 50 metros peito (27s51 nas eliminatórias[10] e 27s23 na semifinal,[11]) e duas vezes o dos 100 metros peito (59s64 nas eliminatórias[12] e 59s60 na final,[8]) além do recorde sul-americano dos 4x100 metros medley na final (3m35s59).[13][14] O recorde dos 50 metros peito só foi batido em 2008, por Felipe França.[15]

Participando do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2003, ficou em 21º lugar nos 50 metros peito,[16] 23º nos 100 metros peito[17] e 17º nos 4x100 metros medley.[18]

Nos Jogos Pan-Americanos de 2003 em Santo Domingo, obteve a medalha de prata no revezamento 4x100 metros medley, e a medalha de bronze nos 100 metros peito.[19] Nos 100 metros peito, bateu o recorde sul-americano em piscina olímpica, e ainda atingiu o índice para os Jogos Olímpicos de Atenas 2004, com a marca de 1m01s88.[20][21]

Em 2003 bateu o recorde sul-americano dos 50 metros peito em piscina olímpica, com a marca de 28s21; esta marca só foi batida em 2007 por Felipe Lima.[22]

Participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 2004 em Atenas, na prova dos 100 metros peito, indo à semifinal e terminando na 15ª colocação; na prova dos 200 metros peito, terminando na 24ª colocação; e da prova dos 4x100 metros medley, ficando em 15º.[1] Nas eliminatórias dos 100 metros peito, bateu o recorde sul-americano com a marca de 1m01s84.[23] Esta marca só foi batida em 2006, por Henrique Barbosa.[24]

No Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2004, Fischer bateu na trave três vezes: ficou em quarto lugar nos 50 metros peito, a 10 centésimos do bronze[25]; em quarto nos 100 metros peito[26]; e em quarto nos 4x100 metros medley,[27] onde bateu o recorde sul-americano com a marca de 3m33s02, junto com Guilherme Guido, Kaio Márcio de Almeida e César Cielo.[28] O recorde dos 4x100m medley só caiu em 2008.[29]

Em 2005, uma série de lesões comprometeu seu rendimento.[2]

Esteve no Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2006, onde foi à semifinal e ficou em 16º nos 50 metros peito,[30] em 22º nos 100 metros peito[31] e nono nos 4x100 metros medley.[32]

No Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2008, foi à semifinal dos 50 metros peito, mas foi desclassificado;[33] e nos 100 metros peito ficou em 17º lugar.[34]

Em maio de 2009 bateu o recorde dos 100 metros nado peito em piscina curta,[2] com a marca de 58s14[35]; e dos 50 metros peito, com a marca de 26s73.[36]

No final de 2011, aos 31 anos de idade, Eduardo Fischer anunciou sua aposentadoria da natação profissional.[2][3]

Recordes[editar | editar código-fonte]

Eduardo Fischer é ex-detentor dos seguintes recordes:[37]

Piscina olímpica (50 metros)
  • Ex-recordista sul-americano dos 50 metros peito: 28s21, marca obtida em 2003[22]
  • Ex-recordista sul-americano dos 100 metros peito: 1m01s84, marca obtida em 14 de agosto de 2004[24]
Piscina semi-olímpica (25 metros)
  • Ex-recordista sul-americano dos 50 metros peito: 26s73, marca obtida em maio de 2009[36]
  • Ex-recordista sul-americano dos 100 metros peito: 58s14, marca obtida em maio de 2009[35]
  • Ex-recordista sul-americano do revezamento 4x100 metros medley: 3m33s02, marca obtida em 11 de outubro de 2004, junto com Guilherme Guido, Kaio Márcio de Almeida e César Cielo.[28]

Referências

  1. a b c «Dados no Sports Reference». SportsReference. 2013. Consultado em 20 de março de 2013 
  2. a b c d e f g Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros: EDUARDO FISCHER Acessado em 13 de fevereiro de 2017
  3. a b «Nadador olímpico de Joinville, Eduardo Fischer se aposenta das competições de ponta». ClicRBS. 31 de dezembro de 2011. Consultado em 21 de março de 2013 
  4. Perfil de Fischer no UOL
  5. Recorde dos 50m peito
  6. Recorde dos 100m peito
  7. «Resultados dos 50 metros peito no Mundial de Moscou 2002». OmegaTiming. 7 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  8. a b «Resultados da final dos 100 metros peito no Mundial de Moscou 2002». OmegaTiming. 4 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  9. «Resultados da final dos 4x100 metros medley no Mundial de Moscou 2002». OmegaTiming. 7 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  10. «Resultados das eliminatórias dos 50 metros peito no Mundial de Moscou 2002». OmegaTiming. 6 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  11. «Resultados das semifinais dos 50 metros peito no Mundial de Moscou 2002». OmegaTiming. 6 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  12. «Resultados das eliminatórias dos 100 metros peito no Mundial de Moscou 2002». OmegaTiming. 3 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  13. «Brasil tem três finais em último dia de provas». CBDA. 7 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  14. «Fischer chega ao pódio na Rússia depois de quatro recordes continentais». CBDA. 7 de abril de 2002. Consultado em 20 de março de 2013 
  15. «Felipe Silva: "Quero o recorde mundial"». CBDA. 11 de outubro de 2008. Consultado em 21 de março de 2013 
  16. «Resultados dos 50 metros peito no Mundial de Barcelona 2003». OmegaTiming. 22 de julho de 2003. Consultado em 21 de março de 2013 
  17. «Resultados dos 100 metros peito no Mundial de Barcelona 2003». OmegaTiming. 20 de julho de 2003. Consultado em 21 de março de 2013 
  18. «Resultados dos 4x100 metros medley no Mundial de Barcelona 2003». OmegaTiming. 27 de julho de 2003. Consultado em 21 de março de 2013 
  19. «Medalhas brasileiras no Pan de 2003». UOL. 2007. Consultado em 20 de março de 2013 
  20. «Eduardo Fischer conquista 1ª medalha da natação brasileira no Pan». Folha Online. 11 de agosto de 2003. Consultado em 21 de março de 2013 
  21. «Recordes, medalhas e índices olímpicos». CBDA. 11 de agosto de 2003. Consultado em 21 de março de 2013 
  22. a b «Recorde do continente para Felipe». CBDA. 4 de maio de 2007. Consultado em 21 de março de 2013 
  23. «Brasileiro avança, e japonês bate recorde nos 100 m peito». UOL. 14 de agosto de 2004. Consultado em 21 de março de 2013 
  24. a b «Henrique é o melhor da América do Sul nos 100m peito». CBDA. 27 de maio de 2006. Consultado em 21 de março de 2013 
  25. «Resultados dos 50 metros peito no Mundial de Indianapolis 2004». OmegaTiming. 11 de outubro de 2004. Consultado em 21 de março de 2013 
  26. «Resultados dos 100 metros peito no Mundial de Indianapolis 2004». OmegaTiming. 8 de outubro de 2004. Consultado em 21 de março de 2013 
  27. «Resultados dos 4x100 metros medley no Mundial de Indianapolis 2004». OmegaTiming. 11 de outubro de 2004. Consultado em 21 de março de 2013 
  28. a b «Sucesso brasileiro em 25 metros». CBDA. 11 de outubro de 2004. Consultado em 21 de março de 2013 
  29. «Lucas Salatta e revezamento 4x100m medley batem recordes sul-americanos no Mundial». Globo. 13 de abril de 2008. Consultado em 21 de março de 2013 
  30. «Resultados dos 50 metros peito no Mundial de Xangai 2006». OmegaTiming. 8 de abril de 2006. Consultado em 21 de março de 2013 
  31. «Resultados dos 100 metros peito no Mundial de Xangai 2006». OmegaTiming. 5 de abril de 2006. Consultado em 21 de março de 2013 
  32. «Resultados dos 4x100 metros medley no Mundial de Xangai 2006». OmegaTiming. 9 de abril de 2006. Consultado em 21 de março de 2013 
  33. «Resultados dos 50 metros peito no Mundial de Manchester 2008». OmegaTiming. 12 de abril de 2008. Consultado em 21 de março de 2013 
  34. «Resultados dos 100 metros peito no Mundial de Manchester 2008». OmegaTiming. 9 de abril de 2008. Consultado em 21 de março de 2013 
  35. a b «Copa do Mundo tem 4 recordes mundiais; Fabíola leva duas medalhas». UOL. 17 de outubro de 2009. Consultado em 21 de março de 2013 
  36. a b «Medalhas e recordes marcam estreia brasileira na segunda etapa da Copa do Mundo de Natação». COB. 6 de novembro de 2009. Consultado em 21 de março de 2013 
  37. «Recordes de natação masculinos». CBDA. 2013. Consultado em 21 de março de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]