Eleições presidenciais na Guiné em 2003

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Guiné
Coat of arms of Guinea.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo da
Guiné



 · Atlas

Uma eleição presidencial realizou-se na Guiné em 21 de dezembro de 2003. O incumbente Lansana Conté ganhou mais de 95,6% dos votos após a maioria dos partidos de oposição boicotarem a eleição.

Conté concorreu para um outro período de sete anos apesar dos graves problemas de saúde, incluindo a diabetes, o que causou algumas dúvidas da sua capacidade de continuar como Presidente. Na sequência da sua vitória, ele prestou juramento em 19 de janeiro 2004 e jurou combater à corrupção em um programa televisivo na ocasião.[1]

Resultados[editar | editar código-fonte]

e • d Sumário do 21 de dezembro de 2003 — resultados da eleição Presidencial da Guiné
Candidatos - Partidos Votos %
Lansana Conté - Partido Unidade e Progresso (Parti de l'Unité et du Progrès) 95.6
Mamadou Bhoye Barry - União Nacional para o Progresso (Union pour le progrès national) 4.4
Total (afluência 82.8 %)  
Fonte: Rulers. Os principais partidos da oposição boicotaram as eleições, e o resultado é contestado.


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a Guiné é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre eleição na África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.