Elevação do Rio Grande

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Elevação do Rio Grande
Planalto submarino
Localização litoral do Rio Grande do Sul, Brasil
Dados
Gestão Autoridade Internacional do Fundo Marinho (ISA)
Coordenadas 31° S 35° O
Elevação do Rio Grande está localizado em: Oceano Atlântico
Elevação do Rio Grande

A Elevação do Rio Grande (ERG), também chamada de Alto do Rio Grande, é um planalto submarino localizado em águas internacionais, a cerca de 680 milhas náuticas do litoral do Brasil. Ocupa uma área de aproximadamente 150.000 km² e situa-se a mais de 700 metros de profundidade, elevando-se até 3500 metros acima do fundo do oceano. Explorações preliminares pela Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM) indicaram a existência de minérios de cobalto, níquel, platina, manganês e terras raras, entre outros[1][2][3].

A existência desses minérios motivou uma requisição do Brasil à Autoridade Internacional para os Fundos Marinhos (ISA), em dezembro de 2013, de permissão para exploração dessas riquezas. Uma permissão para realização de estudos preliminares em 150 blocos de 20 km² cada foi concedida em julho de 2014. O país tem 15 anos, a partir de então, para completar o levantamento da área outorgada e apresentar uma proposta de mineração da região[4][2].

A essa distância, a elevação não pertence ao mar territorial brasileiro nem à zona económica exclusiva associada à sua plataforma continental jurídica. Estudos recentes procuram estabeler ligação geológica do local com o solo brasileiro, visando obter reconhecimento internacional para incorporação ao território nacional, e assim assegurar direitos exclusivos do Brasil às riquezas do local[5]. Segundo os pesquisadores, a Elevação do Rio Grande teria sido formada durante o processo de divisão de Pangeia em Gondwana e Laurásia. Até cerca de 80 milhões de anos, ela ainda estaria unida ao que hoje é a Cadeia de Walvis, na costa ocidental da Namíbia; há cerca de 40 milhões de anos, ela teria começado a submergir devido ao peso da lava liberada pela movimentação das placas tectônicas[6][7]. Com base em tais estudos, o país apresentou à Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC), em dezembro de 2018, uma solicitação para extensão de sua plataforma continental[8].

Elevação do Rio Grande (ERG).
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]