Eliã Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2018). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.


Eliã Oliveira
Informação geral
Local de nascimento Cortês, Pernambuco
Brasil
País Brasil
Gênero(s) Música Cristã Contemporânea
Ocupação(ões) Cantora
Instrumento(s) Vocal
Extensão vocal Mezzo - Soprano
Período em atividade 1985 - presente
Outras ocupações Compositora
Gravadora(s) GN produções (1997-2010), Patmos Music (2011), CPAD music (2012), Bereia Music (2012-2016), WA Music (2017), Thiba Studio Vip (2019 - Atualmente)
Afiliação(ões) Vanilda Bordieri, Shirley Carvalhaes, Samuel Mariano, Célia Sakamoto, Shirley Carvalhaes

Eliã Oliveira (Cortês, 1967) , é uma cantora brasileira de música cristã contemporânea e compositora. Em 1985, aos 18 anos gravou seu primeiro LP, intitulado "Sagrada Lei".

Em 2008 lançou seu primeiro DVD em comemoração aos 25 anos do seu ministério.

E Em 2017 lançou seu CD intitulado "Benção" pela WA Music, que se destacam as canções “Sinais do Arrebatamento, No Tempo D'Ele, Tem Jeito e O Rei Vai Te Chamar”.

Em 2019 lançou o seu mais novo EP que tem por título “O Céu em Ação” lançado pelo Studio Vip (Gravadora) “THIBA” que se destacam as canções “O Céu Em Ação, Vem e Vê e Calma”.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Eliã Oliveira tem trinta e cinco anos de carreira, e vinte e seis CDs gravados, e a todo ano esse número aumenta, a cantora sempre surpreende com mais um álbum a ser adicionado na sua discografia. A cantora é conhecida também por interpretar textos bíblicos.

1983-2003: Inicio[editar | editar código-fonte]

A primeira oportunidade de gravar um LP veio quando cantava a musica "Silêncio". Iniciou sua carreira com o álbum "Sagrada Lei", em 1985 e não parou de gravar mais, deu continuidade a carreira com o álbum "Quem é como Deus?", gravado em 1986, no ano seguinte da gravação do seu primeiro LP, depois disso só voltou a gravar em 1987, e depois em 1989.

Eliã se casou em 1991. Ficou um longo período sem gravar nada, mas voltou aos estúdios em 1996 gravando o LP "A maior dor", que teve uma nova versão anos depois. Em 1997 gravou seu primeiro cd intitulado Barulho de Glórias. Em 1998 grava o CD que impulsionou muito sua carreira, o CD "mensagem de alerta", com destaque para as faixas "Calvário", "Prenúncios do fim", "Meu Deus é fiel" e "Meu Consolador". Em 2001 volta com o CD "Não vou desistir", que trazia dez faixas, todas de sua autoria, das quais se destacaram "Obreiro aprovado", "Não vou desistir" e "É diferente" Em 2002 lançou um projeto especial com seus filhos, Neto e Junior, o CD Aprendendo com a Bíblia É em 2003, lançou um CD, em comemoração aos vinte anos de ministério, o CD "O tempo de Deus", que trazia dezesseis lindas faixas, e os destaques são "O tempo de Deus", "Nada está perdido", "Dependo de Jesus" e "Cuidado na escolha".

2004-2011:Inicio de seu reconhecimento[editar | editar código-fonte]

E todo ano seguiu gravando um CD, em 2004, veio mais um lançamento, o CD "Mais que vencedor", seguido do CD "Na sombra dEle", e as faixas em destaque deste CD são "Na sombra dEle", "Crente tem dono", "Meu grito" e "Ainda há profeta em Israel", ambos os CDs, pela GN produções. Em 2006 veio o álbum "O momento de Deus", onde Eliã surpreendeu com o single "Revelação", de sua autoria, e com a faixa que abria o CD "Ungido de Deus", e "Chamado pra vencer", que também se destacou entre as outras faixas do CD. Em 2007 lançou o CD Acústico Em 2008 foi lançado mais um CD, que teve por título "Oleiro", e as faixas que se destacaram foram "Oleiro", "Renovado" e "Adeus Lodebar".

E em 2008 ainda, lançou seu primeiro DVD, "25 anos de louvor e adoração", com grandes destaques de seus cds anteriores como "Meu grito" que foi a abertura do DVD, "Chamado pra vencer", ou "O decreto de Deus". A partir de 2009, diminuiu a quantidade de musicas que vinham em seus CDs, projetos com dez canções cada um, por exemplo o CD "Dupla honra", que impulsionou mais ainda a carreira da cantora.[1] Ainda em 2009 Eliã regravou o seu quinto LP intitulado A Maior Dor, pela a GN Produções Em 2010 a cantora Eliã Oliveira surpreendeu a todos com o grande lançamento "É Ele", e o single "O querer de Deus". Nesse projeto a cantora assinava 5 canções, e as outras 5 de grandes compositores da musica pentecostal. O cd "É Ele", e as faixas que se destacavam no CD eram "O querer de Deus", "O escolhido", "É Ele" e "Exemplo de fé". Em 2011 lançou seu último CD pela a GN Produções, intitulado Interpretando a Harpa, com dez hinos da Harpa Cristã

Eliã Oliveira na Patmos Music[editar | editar código-fonte]

Em 2011, a cantora Eliã Oliveira sai da gravadora GN produções, e prepara seu primeiro e ultimo projeto pela gravadora Patmos Music. O CD intitulado "Trajetória de um fiel", traz dez faixas, seis assinadas pela própria Eliã, e as outras quatro de autoria do cantor e compositor Samuel Mariano. Neste trabalho se destaca a música "Gideão e os trezentos".[2] Este álbum foi apresentado no Programa do Ratinho, no dia 20 de junho de 2011.[3]

2012: CD Vencendo de pé[editar | editar código-fonte]

Em 2012, lançou o CD Vencendo de pé, pela gravadora CPAD Music. Com quatorze faixas, em que delas Eliã assinava apenas duas. O single "Vencendo de pé", faixa que abria o CD foi muito elogiada pela crítica. O CD impulsionou a carreira da cantora mais do que o anterior, as musicas eram de autoria de vários compositores muito reconhecidos, o CD "Vencendo de pé" também foi um estouro!. As faixas que se destacaram no CD foram "Vencendo de pé", "O clamor de Ana" e "Santidade".[4]

2013 - atualmente[editar | editar código-fonte]

Em 2013, lançou o CD "A carta", desta vez com o selo Bereia Music., que trazia onze faixas inéditas, das quais se destacavam "A carta", "O livramento", "A cuxita" e "Banquete de honra". Esse CD ultrapassou 50000 vendas, Eliã ganhou o disco de ouro em 2016.[5]

Em 28 de maio de 2015, Eliã Oliveira lança seu segundo CD pela Bereia Music, intitulado "Em nome do Senhor". Neste cd o destaque vai para "Sem exclusividade", "Reconstrução", "A gloria de Deus", "O decreto" e "Em nome do Senhor" [6]

Em 2016 gravou o CD intitulado "providência", que foi lançado dia 2 de junho, no 15º congresso de mulheres da IEADPE. Foi mais um lançamento pela gravadora Bereia Music, que traz onze faixas, dez inéditas e uma regravação. Destaque para as faixas "Providência", "O arrebatamento", "Imbatível" "Sabedoria" e "Aos cuidados de Deus".[7]

Em 2017, Eliã lançou o seu vigésimo sexto cd, pela gravadora WA Music, o CD "Benção", que trouxe oito faixas inéditas e com quatro regravações, as musicas "Unguento derramado, Céu, Tem Jeito" é gravou o single de sua autoria, intitulado Frutificando em Tempo de Crise, música para o 11° congresso de mulheres. Os destaques vão para as canções "Sinais do arrebatamento", "Te adorarei", "No tempo dEle" e "Benção".

E em 2019 lançou seu primeiro EP entitulado “O Céu Em Ação” gravado pelo Thiba Studio Vip, as que se destacaram foram "O Céu Em Ação" "Vem e Ver" e "Calma". [8]

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Eliã Oliveira já ganhou seis discos de ouro, entre eles o do CD "Vencendo de pé" e "Trajetória de um fiel", ultrapassando 40000 cópias vendidas. Eliã Oliveira é conhecida por suas musicas, com letra forte e que relatam histórias bíblicas de uma forma unica.[9][10]

Inicialmente, Eliã era conhecida apenas no Nordeste do país, mas foi se destacando pelo seu trabalho e hoje é conhecida em outras partes do Brasil, principalmente depois de arrebentar com o single "Gideão e os trezentos", que a fez muito conhecida e fez o CD "Trajetória de um fiel" ser mais procurado do que os outros trabalhos da cantora.[11][12]

Família[editar | editar código-fonte]

Em 1991, Eliã Oliveira casou-se com o Pb. Erivaldo Mariano, e tem dois filhos, Neto (Leônidas Neto) e Junior (Erivaldo Junior), que também são compositores.[13] Em 2018, o Pb. Erivaldo Mariano falece após ser acometido por câncer.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

  • 2008: 25 anos de louvor e adoração

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

  • 2000: Melhores momentos

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 2012: Frutificando em Tempo de Crise
  • 2016: Mulher Cristã
  • 2017: Coração de serva
  • 2017: Hino do Centenário
  • 2019: Calma

Referências

  1. «Eliã Oliveira - Biografia na gospel prime». Biografia de Eliã Oliveira. Gospel Prime. Não especificada. Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  2. «Eliã Oliveira é a nova contratada da Patmos Music». Guiame. 30 de maio de 2011. Consultado em 23 de maio de 2016 
  3. «Eliã Oliveira prepara novo cd pela patmos music». Efrata Music. 28 de junho de 2011. Consultado em 23 de maio de 2016 
  4. «Eliã Oliveira prepara novo CD». Lagoinha. 16 de março de 2012. Consultado em 23 de maio de 2016 
  5. «Eliã Oliveira lança o 23º CD, agora com o selo Bereia Music, da Assembleia de Deus em Pernambuco». Sertão Gospel. 20 de outubro de 2013. Consultado em 23 de maio de 2016 
  6. «Eliã Oliveira lança novo CD e novo clip. Confira!». Desktop Gospel. 1 de junho de 2015. Consultado em 23 de maio de 2016 
  7. Desconhecido, Desconhecido (2015). «Análise do CD Em nome do Senhor de Eliã Oliveira». Análise do novo CD "Em nome do Senhor", de Eliã Oliveira. Geração Jovem. Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. «Eliã Oliveira lança capa de seu novo CD, "Benção"». DESKTOP GOSPEL 
  9. «Eliã Oliveira ganha disco de ouro do CD vencendo de pé». 2012. Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. «disco de ouro». 2012. Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  11. «o sucesso de Eliã Oliveira». 2012. Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. «Sucesso de Eliã Oliveira toma conta do Sudeste». 2012. Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. «Eliã Oliveira familia». Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)