Em Maré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Em Maré
En Marea
Líder Luís Villares
Sede Ames, Flag of Spain.svg Espanha
Ideologia Socialismo democrático
Ecologismo
Democracia direta
Nacionalismo galego
Federalismo
Republicanismo
Espectro político Esquerda
Membros 4.877
Afiliação nacional Unidos Podemos (até 2019)
Cores Azul

Em Maré (em galego: En Marea, EM) é um partido político galego[1], que nasceu como uma coligação galega de esquerda que se apresentou às eleições espanholas de 2015 e às eleições regionais galegas em 2016[2].

A candidatura quer imitar as chamadas candidaturas unitárias das eleições municipais de 2015 na Galiza.

Nascida da união entre nacionalistas galegos e esquerda espanhola não nacionalista na Galiza passaram por diante do Bloco e PSOE galego em votos, sendo a segunda força mais votada na Galiza depois do hegemónico PPdeG (Partido Popular da Galiza)

Em 2015 obteve 6 deputados nas eleições espanholas ao Congresso dos Deputados, superando o PSOE da Galiza convertendo-se na segunda força com mais representantes da Galiza no parlamento da Espanha (a primeira o PPdG). Obteve também dois senadores para a Câmara Alta (Senado espanhol).

Em 2016 nas eleições regionais da Galiza obteve 14 deputados com 273.523 votantes passando por diante do PSOE da Galiza e convertendo-se no principal partido da oposição.

No final de 2018, uma grave crise irrompeu no partido devido à eleição de uma nova liderança, resultando no fim da aliança entre Em Maré e o Podemos, Anova e a Esquerda Unida, com estes três últimos partidos a descreverem a aliança como um projeto político falido[3][4]. Luís Villares viria a ser eleito líder do partido, com acusações de fraude eleitoral a ter ocorrido no processo eleitoral[5][6].

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Resultados referentes à Galiza[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/- Status
2015 2.º 410 698
25,0 / 100,0
6 / 23
Oposição
2016 3.º 347 542
22,2 / 100,0
Baixa2,8
5 / 23
Baixa1 Oposição
2019

Eleições regionais[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % Deputados Status
2016 2.º 273 523
19,1 / 100,0
14 / 75
Oposição

Referências

  1. Vigo, Faro de. «En Marea se constituye como partido y llama a Podemos a unirse para las autonómicas». www.farodevigo.es (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2019 
  2. Press, Europa. «Podemos, Anova y EU registran su coalición En Marea y pactan que Pablo Iglesias es su candidato a presidente». eldiario.es (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2019 
  3. Press, Europa (8 de janeiro de 2019). «Podemos Galicia ofrece a EU, Anova y las mareas locales abrir un "diálogo" fuera de En Marea». www.europapress.es. Consultado em 28 de abril de 2019 
  4. Coruña, La Opinión de A. «Podemos rechaza aliarse con En Marea en las europeas tras romper con Villares». www.laopinioncoruna.es (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2019 
  5. Lombao, David. «La candidatura de Luís Villares gana las primarias de En Marea con el 59% de los votos». eldiario.es (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2019 
  6. Huete, Cristina (27 de dezembro de 2018). «Las primarias de En Marea acaban en los juzgados por denuncias de fraude». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582