Emil Wiechert

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emil Wiechert
Conhecido(a) por Descontinuidade de Wiechert-Gutenberg
Nascimento 26 de dezembro de 1861
Sovetsk
Morte 19 de março de 1928 (66 anos)
Göttingen
Nacionalidade Alemanha Alemão
Alma mater Universidade de Königsberg
Instituições Universidade de Göttingen
Campo(s) Física e sismologia

Johann Emil Wiechert (Sovetsk, 26 de dezembro de 1861Göttingen, 19 de março de 1928) foi um físico e sismologista alemão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em física pela Universidade de Königsberg, onde doutorou-se em 1889 e um ano depois ficou com habilitação para ensinar na Universidade.

Suas publicações durante a permanência em Königsberg foram voltadas principalmente para a estrutura física dos materiais, investigações experimentais sobre raios catódicos e sobre a natureza da eletricidade. Descobriu o elétron aproximadamente ao mesmo tempo que Joseph John Thomson (no entanto foi este que recebeu o Nobel de Física de 1906, pela descoberta do elétron). Em uma palestra em abril de 1896 perante a Königsberger Physikalisch-Ökonomische Gesellschaft referiu-se à existência de uma partícula, cuja massa deveria ser muito menor que a massa do átomo de hidrogênio. Em 7 de janeiro de 1897 relatou perante a mesma sociedade ter provado experimentalmente ser a massa de tal partícula 2 mil a 4 mil vezes menor que a do átomo de hidrogênio. Em setembro de 1897 apontou um valor mais exato: a massa da partícula é aproximadamente 1/(1500 ± 500) da massa do átomo de hidrogênio (seu valor atual é 1/1838). A palestra de Thomson perante a Royal Society ocorreu em 30 de abril de 1897.

Após habilitar-se foi assistente de Paul Volkmann na Universidade de Königsberg, onde permaneceu até 1897, quando iniciou a trabalhar na Universidade de Göttingen. Foi inicialmente assistente de Woldemar Voigt, e em 1898 foi denominado professor de geofísica e diretor do Laboratório de Geofísica da Universidade de Göttingen. Em 1902 construiu um sismógrafo, atualmente o mais antigo ainda em operação.

Por sugestão de Wiechert foi fundada em 1922 a atual Sociedade Geofísica Alemã, da qual foi o primeiro presidente. A sociedade concede a Medalha Emil Wiechert.

Emil Wiechert é considerado o mais significativo sismólogo alemão. No lado oculto da lua uma cratera foi batizada com seu nome. A descontinuidade que separa o Manto do Núcleo terrestres é chamada, em sua homenagem (e do seu colega sismólogo alemão Beno Gutenberg) de descontinuidade de Wiechert-Gutenberg.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Wilfried Schröder: Emil Wiechert: Physiker - Geophysiker - Wissenschaftsorganisator. Bremen-Roennebeck: History Commission of the German Geophysical Society 2000 (Mitteilungen des Arbeitskreises Geschichte der Geophysik; Jg. 19, H. 1/2)
  • Zum Gedenken Emil Wiecherts anlässlich der 100 Wiederkehr seines Geburtstages. Berlin: Akademie-Verlag 1962 (Veröffentlichungen des Institutes für Bodendynamik und Erdbebenforschung in Jena; H. 72)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]