Epidendrum caldense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Como ler uma infocaixa de taxonomiaEpidendrum caldense
Epidendrum caldense - Epidendrum latilabre - Fl.Br.3-5-031.jpg
Classificação científica
Superdomínio: Biota
Reino: Plantae
Sub-reino: Viridiplantae
Infrarreino: Streptophyta
Divisão: Tracheophyta
Subdivisão: Euphyllophyta
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Epidendroideae
Tribo: Epidendreae
Género: Epidendrum
Espécie: Epidendrum caldense

Epidendrum caldense, é uma espécie de planta do grupo Epidendrum.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Os seguintes sinônimos já foram catalogados:[1]

  • Epidendrum hatschbachii Schltr.
  • Epidendrum paulense Cogn.

Forma de vida[editar | editar código-fonte]

É uma espécie epífita e herbácea.[1]

Conservação[editar | editar código-fonte]

A espécie faz parte da Lista Vermelha das espécies ameaçadas do estado do Espírito Santo, no sudeste do Brasil.[2]

Distribuição[editar | editar código-fonte]

A espécie é endêmica do Brasil e encontrada nos estados brasileiros de Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná,[3][4][5] Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul,[6] Santa Catarina[7][8] e São Paulo.[1] A espécie é encontrada no domínio fitogeográfico de Mata Atlântica, em regiões com vegetação de mata ciliar e floresta ombrófila pluvial.[1]

Referências

  1. a b c d «Epidendrum caldense Barb.Rodr.». floradobrasil2020.jbrj.gov.br. Consultado em 18 de abril de 2022 
  2. «IEMA - Espécies Ameaçadas». iema.es.gov.br. Consultado em 12 de abril de 2022 
  3. Mathias Erich Engels (BIC/Fundação Araucária-UEPG), Rosângela Capuano Tardivo (Orientadora),. «DIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO DAS ORQUÍDEAS NATIVAS DE CARAMBEÍ, PARANÁ» (PDF) 
  4. Reginato, Marcelo; Goldenberg, Renato (2007). «Análise florística, estrutural e fitogeográfica da vegetação em região de transição entre as Florestas Ombrófilas Mista e Densa Montana, Piraquara, Paraná, Brasil». Hoehnea (3): 349–360. ISSN 2236-8906. doi:10.1590/s2236-89062007000300006. Consultado em 24 de abril de 2022 
  5. Stancik, Juliane Franzen; Goldenberg, Renato; Barros, Fábio de (setembro de 2009). «O gênero Epidendrum L. (Orchidaceae) no Estado do Paraná, Brasil». Acta Botanica Brasilica (3): 864–880. ISSN 0102-3306. doi:10.1590/S0102-33062009000300028. Consultado em 24 de abril de 2022 
  6. «COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA, DISTRIBUIÇÃO VERTICAL E FLORAÇÃO DE ORQUÍDEAS EPIFÍTICAS EM TRÊS PARQUES MUNICIPAIS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL» (PDF) 
  7. Geuster, Cleiton José; Favretto, Mario Arthur (27 de dezembro de 2014). «DISTRIBUIÇÃO DE ORQUÍDEAS E BROMÉLIAS NO OESTE DE SANTA CATARINA, SUL DO BRASIL». Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota) (4): 52–59. ISSN 2179-5746. doi:10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n4p52-59. Consultado em 24 de abril de 2022 
  8. Caetano, Jader Oslim; Raddatz, Randi; Schmitt, Juliane L.; Schlemper, Carlos R.; Guimarães, Leonardo R.S. (21 de abril de 2017). «Novelties in the orchid flora of the Municipality of Benedito Novo, Santa Catarina, Brazil, and an updated checklist». Lankesteriana (1). ISSN 2215-2067. doi:10.15517/lank.v17i1.28526. Consultado em 24 de abril de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.