Era lui, si, si!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Era Lui!... Si! Si!)
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde março de 2018.

Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, cine e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Era lui, si, si!
 Itália
1951 •  pb •  95 min 
Realização Marino Girolami, Marcello Marchesi, Vittorio Metz
Argumento Marcello Marchesi, Vittorio Metz
Elenco Walter Chiari, Isa Barzizza
Género Comédia
Idioma Italiano
Página no IMDb (em inglês)

Era lui, si, si! é um filme italiano de 1951, dirigido por Marino Girolami, Marcello Marchesi e Vittorio Metz.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O «commendator» "Fernandone", dono de uma grande loja, é assombrado por um pesadelo recorrente, em que aparece um jovem desconhecido, que ele odeia profundamente. Um dia aparece na loja em busca de um emprego, o tímido economista Walter Milani, que por pouca sorte é a cara chapada do protagonista do pesadelo do «commendator» Mal este o vê, fica louco de raiva e corre com ele gritando: "è lui, è lui!!!" (é ele, é ele). Acontece que está presente o médico que o anda a tratar e que lhe diz que, contratando o jovem o seu pesadelo irá acabar. Mas os pesadelos não desaparecem e a filha do «commendator» apaixona-se pelo protagonista.

É neste filme que aparece o célebre topless de Sophia Loren, vestida (!!!) de odalisca e creditada como Sofia Lazzaro.[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sophia Loren (Sophia Lazzaro) odalisca.
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.