Ereção peniana noturna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Ereção peniana noturna, também conhecida como ereção matinal, é um fenômeno relacionado à ereção noturna ou matinal do pênis, ocorrida nos seres humanos de sexo masculino.[1]

Ao acordar pela manhã, o pênis da maioria das pessoas que possuem o órgão em questão fica ereto em função da vontade de urinar.[2]

Os indivíduos que não apresentem nenhum tipo de disfunção erétil têm cerca de três a cinco ereções por noite.[3] Alguns deles podem considerar isso constrangedor, apesar de ser um fenômeno natural. Destaca-se que essas ereções penianas não estão diretamente relacionadas à ocorrência da Polução noturna.

Uma explicação para tal fenômeno, é que a ereção matinal funciona como um "termômetro" para indicar que o corpo está funcionando como deveria.[4]

É durante a fase REM do sono (Rapid Eyes Moviment, ou Movimento Rápido dos Olhos), que a ereção acontece. Essa fase do sono acontece entre três a cinco vezes por noite e dura de 5 a 15 minutos, tempo que pode durar a ereção. É muito comum o despertar nesta fase do sono, quando então se percebe a ereção, que é involuntária e não tem como ser evitada.[4] Porém, a ereção motivada pela vontade de urinar é porque a bexiga pressiona a próstata, ocasionando assim a ereção, até o esvaziamento dela.

A ausência dessa ereção significa que algo está errado com o corpo humano e, se isso acontecer, é recomendável procurar um especialista.[4]

Referências

  1. Bancroft, J. (2005). "The endocrinology of sexual arousal Arquivado em 5 de julho de 2010, no Wayback Machine.," Journal of Endocrinology, 186:411-427
  2. Klebin, Phil Sexual Function of Men with Spinal Cord Injury May 2007
  3. «Tests for Erection Problems» (em inglês). WebMD, Inc. Consultado em 8 de julho de 2013 
  4. a b c Carol Patrocinio. «Ereção matinal». IG. Consultado em 8 de julho de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.