Pénis humano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o pénis humano. Para outros significados, veja Pénis.
Pénis humano
Penis with Labels.jpg
Pénis flácido
Latim 'penis, penes'
Gray assunto #262 1247
Sistema Sistema genital
Vascularização Artéria dorsal do pénis, Artéria profunda do pénis, Artéria do bulbo do pénis
Drenagem venosa Veia dorsal superficial do pénis
Inervação Nervo dorsal do pénis
Drenagem linfática Nós linfáticos do ligamento inguinal
Precursor Embriologia do sistema genital, Embriologia do sistema urinário
MeSH Penis

O pênis (português brasileiro) ou pénis (português europeu) humano é o órgão sexual copulatório masculino que também é o responsável pela micção.[1][2] A principais partes são: a raiz (radix); o corpo (corpus); e o epitélio do pénis incluindo o corpo cavernoso e o prepúcio cobrindo a glande.[1] O corpo do pénis é constituido de três colunas de tecidos: dous corpos cavernosos nos dorsais e o corpo esponjoso entre os anteriores no lado ventral. A uretra humana masculina passa através da glândula prostática onde une-se co ducto ejaculatório através do pénis.[3] A uretra atravessa os corpos esponjosos, e a sua abertura, o meato, dependo do tipo de glande. É a saída excretora para a micção e ejaculação de sémen.[2] A maior parte de desenvolvimento do pénis é composto polo mesmo tecido embrionário ca o do clítoris nas mulheres; a pele arredor do pénis e da uretra provém do mesmo tecido embrionário do qual são feitos os lábios menores nas mulheres.[4][5] A ereção[6] é a mudança de estado do pénis, o qual expande-se aumentado de tamanho e ficando teso e duro; isto acontece durante a excitação sexual, porém, também pode ter lugar em situação não-sexuais. A alteração genital mais comum é a circuncisão,[7] a remoção parcial ou total do prepúcio por vários motivos; culturais, religiosos e mais raramente, médicos.[7][8] Há bastante controvérsia acerca da circuncisão.[9]

Anatomia[editar | editar código-fonte]

O pênis está dividido em partes internas e externas. O pênis externo está dividido em três partes: cabeça, corpo e raiz.[10] A cabeça é chamada glande e é o ponto mais sensível do pênis. Enquanto ele está flácido, a glande é envolvida por uma pele chamada prepúcio,[11] que serve para proteger a parte sensível do pênis ao ambiente externo e é conectada na parte inferior do pênis numa área chamada freio. Quando o pênis fica ereto, o prepúcio desloca-se para trás, deixando a glande exposta.[12]

O corpo é um prolongamento fálico e a raiz é a parte do pênis que está inserida dentro do corpo do homem.[13]

É comum a retirada do prepúcio através de cirurgia chamada postectomia (popularmente conhecida por circuncisão). Este procedimento é realizado por questões culturais, religiosas, estéticas ou de higiene. A cirurgia é também um método para solucionar a condição de indivíduos cujo prepúcio, com o pénis em ereção, não permite a exposição da glande (problema este chamado fimose) e, também, como pré-requisito para realização da cirurgia de aumento peniano.[14]

O interior do pênis é constituído pelos corpos cavernosos, corpo esponjoso[15] e pela uretra.[10] O corpo esponjoso é um tecido, situado na parte inferior do pênis, que envolve e protege a uretra. Os dois corpos cavernosos situam-se um ao lado do outro na parte superior do pênis.[15]

Puberdade[editar | editar código-fonte]

Pênis ereto e, ao seu redor, presença de pelos púbicos. Ambos os processos ocorrem na puberdade.

Na puberdade, os testículos começam a amadurecer e o pênis aumenta. O pênis cresce, mais ou menos, até aos 18 anos, e o crescimento na largura começa, aproximadamente, aos 11.[16] Durante o processo, os pelos púbicos crescem acima e em torno do pênis. É também no início da puberdade que se dão as primeiras ejaculações, normalmente durante o período em que o rapaz está a dormir (polução noturna).[17]

Fisiologia[editar | editar código-fonte]

O pênis, em sua função excretora, mantém-se no estado flácido. Nota-se que o corpo humano é incapaz de liberar, ao mesmo tempo, urina e esperma, pois existem músculos situados na entrada da bexiga, que se contraem, impedindo a mistura dos dois fluidos.[18]

Na função reprodutora do pênis, quando estimulado, ocorre a ereção. Na ereção, os corpos cavernosos inundam-se de sangue, num fluxo contínuo, promovendo, então, o seu aumento. Existe uma válvula que regula esse fluxo: o pénis só aumenta de tamanho até um certo limite.[19]

Na reprodução, o pênis ereto é introduzido na vagina da mulher e, através de espasmos musculares, é introduzido o esperma, líquido que contém os espermatozoides que deverão fecundar o(s) óvulo(s) que estiver(em) maduro(s) para ser(em) fecundado(s).[19]

O ato da introdução do pênis na vagina chama-se cópula ou coito (ver relação sexual humana).[20]

Tamanho[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tamanho do pênis humano

O crescimento do pênis ocorre assim que o menino adentra a puberdade, fase em que todas as características sexuais e os órgãos reprodutores começam a se desenvolver. O crescimento do pênis se dará, normalmente, até os 18 anos de idade. Durante esse processo, ocorre também o crescimento dos pelos púbicos.[10]

Como regra geral, o pênis de um animal é proporcional ao seu tamanho, mas tal fato varia muito entre as espécies. O gorila, por exemplo, apesar de seu tamanho grande, tem o pênis menor que o do chimpanzé. Comparativamente, o pênis humano é maior, em relação ao seu tamanho, do que o de qualquer outro primata.[21]

Aumento peniano[editar | editar código-fonte]

Ver artigos principais: Aumento peniano e Faloplastia

As soluções para o aumento do pênis, divulgadas na mídia, passam por técnicas manuais, bombas de vácuo, esticadores e cirurgia. A maioria dessas soluções, excetuando-se a cirurgia, não é comprovada cientificamente. A cirurgia de aumento peniano também é chamada faloplastia, e envolve, tanto a Cirurgia do Ligamento Suspensor[22] com objetivo de aumento no comprimento do pênis, como a "Injeção de PMMA no corpo Peniano", para engrossamento do órgão. É necessária uma cirurgia de fimose (postectomia), antes de efetuar o procedimento.[14]

Referências

  1. a b «Male reproductive anatomy: MedlinePlus Medical Encyclopedia Image». medlineplus.gov. Consultado em 14 de agosto de 2016 
  2. a b «Reproductive system - male» (em inglês). Consultado em 14 de agosto de 2016 
  3. «Contraception - vasectomy» (em inglês). Consultado em 14 de agosto de 2016 
  4. Moore, Keith L.; Persaud, T. V. N.; Torchia, Mark G. (6 de abril de 2015). The Developing Human: Clinically Oriented Embryology (em inglês). [S.l.]: Elsevier Health Sciences. ISBN 9780323313483 
  5. Richard E. Jones; Kristin H. Lopez (28 September 2013). Human Reproductive Biology. [S.l.]: Academic Press. p. 352. ISBN 978-0-12-382185-0  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. Leonard, Robert J. (1 de janeiro de 1995). Human Gross Anatomy: An Outline Text (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 9780195090031 
  7. a b Namavar, Mohammad Reza; Boroomand (1 de janeiro de 2011). «Removal of foreskin remnants in circumcised adults for treatment of premature ejaculation». Urology Annals. 3 (2): 87–92. ISSN 0974-7796. PMID 21747599. doi:10.4103/0974-7796.82175 
  8. «Circumcision» (em inglês). Consultado em 14 de agosto de 2016 
  9. «The Circumcision Controversy: The Risks and Benefits of Circumcision for Babies». The Huffington Post. 7 de abril de 2015. Consultado em 14 de agosto de 2016 
  10. a b c InfoEscola. «Pênis - Anatomia do Sistema Reprodutor Masculino». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  11. Seu Pênis. «Prepúcio». Consultado em 14 de janeiro de 2012 
  12. Aumento Peniano Plenus. «Bioplastia da Glande». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  13. ABC da Saúde. «Fimose». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  14. a b Uroped. «Circuncisão - Perguntas frequentes». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  15. a b Aula de Anatomia. «Sistema Genital Masculino - Pênis». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  16. Portal da Saúde. «A saúde dos adolescentes e jovens». Consultado em - competências e habilidades  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  17. Sua Pesquisa. «Puberdade». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  18. ABC da saúde. «Tamanho do Pênis». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  19. a b Cama na Rede. «Orgasmo». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  20. Dicionário online. «Cópula». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  21. «Por que o Homem é o primata com o maior pênis?». Superinteressante. Junho de 2008. Consultado em 06 de janeiro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  22. Junior, Adalberto. «Sociedade brasileira de urologia - Aumento peniano». Consultado em 12 de novembro de 2007