Puberdade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fases da puberdade numa adolescente
Fase da puberdade em um adolescente

A puberdade é um período em que ocorrem mudanças biológicas e fisiológicas. É neste período que o corpo desenvolve-se física e mentalmente tornando-se maduro e o adolescente fica capacitado para gerar filhos. Ela não deve ser confundida como sinônimo da adolescência, visto que a puberdade faz parte da adolescência.

Nesta fase, são observadas mudanças tais como: crescimento de pelos, crescimento dos testículos e aparecimento dos seios, aumento do quadril nas meninas e tórax nos rapazes.

O marco principal da puberdade para os homens é a primeira ejaculação, que ocorre em média aos 13 anos.[1] Para as mulheres, é o início da menstruação, que ocorre em média entre 12 e 13 anos.[2][3][4][5] No século XXI, a idade média em que as crianças atingem a puberdade é menor em comparação com o século XIX, quando tinha 15 anos para meninas e 16 para meninos. Este é, possivelmente, devido aos produtos químicos em alimentos ou uma melhor nutrição.[6]

Os hormônios sexuais se diferem para os homens e as mulheres, mas não são totalmente exclusivos de cada sexo. Nos homens, os testículos secretam entre outros hormônios a testosterona e nas mulheres o ovário fabrica o estrógeno.

As gônadas e as suprarrenais de ambos os sexos produzem o estrógeno e testosterona, mas é variável a quantidade. As características biológicas são universais e ocorrem de forma semelhante em todos os seres humanos.

A puberdade também mexe com o emocional dos adolescentes e também em seu comportamento, principalmente em seu desejo sexual.[7] Tanto no menino quanto na menina, não proporciona apenas mudanças físicas mas, sobretudo, psicológicas. As alterações hormonais despertam a sensibilidade sexual e, consequentemente, é neste período que muitos adolescentes começam esporadicamente a ter relações sexuais.[8]

Tipos de puberdade[editar | editar código-fonte]

Puberdade precoce[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Puberdade precoce

A puberdade precoce ocorre quando as características pertencentes às meninas ocorrem antes dos 9 anos de idade e nos meninos antes dos 10 anos.[7] Todavia, este período está chegando cada vez mais cedo para meninas. Um estudo dinamarquês aponta que as garotas estão entrando nesta fase antes dos dez anos. No século XIX a idade era de 15 anos para as meninas e 17 anos para os meninos.[9]

Puberdade atrasada[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Puberdade atrasada

Em algumas meninas a partir dos 13 anos de idade e em meninos a partir dos 14 anos de idade, ocorrem à ausência de qualquer característica de desenvolvimento físico ou sexual, neste caso é considerada a puberdade atrasada. Alguns especialistas aconselham a procura de um profissional adequado para acompanhar os casos de puberdade.[7]

Em algumas meninas o surgimento das mamas pode demorar a vir, o normal é que venha dos 10 ao 14 anos de idade. A partir dos 15 anos, é aconselhável a procura de um especialista.

Já nos meninos, a puberdade pode demorar a vir até aos 15 anos de idade. Os meninos ficam relativamente menores que as meninas, mas depois de um tempo, é comum a ultrapassagem de altura.

Puberdade masculina[editar | editar código-fonte]

Transformações[editar | editar código-fonte]

No menino, as transformações começam um pouco mais cedo, por volta dos 10 aos 13 anos, mas são muito mais demoradas que nas meninas. Os primeiros sinais dessa transformação são, basicamente, o aumento no tamanho dos órgãos genitais, o nascimento da barba e o aparecimento de pelos na região pubiana, nas pernas, nos braços e no peito.

O pomo-de-adão ou maçã-de-adão, conhecido vulgarmente por gogó.

Esse crescimento dos pelos depende da genética e varia muito de pessoa para pessoa. Além disso, essas mudanças são acompanhadas de modificação da voz, a qual fica mais grave. O esqueleto se alonga, os músculos se enrijecem, o tronco e os ombros alargam e a pele se torna muito mais gordurosa, o que favorece o aparecimento da acne. É nessa época que os meninos já podem ter sua primeira ejaculação.[8]

Ereções indesejadas[editar | editar código-fonte]

Ejaculações durante o sono são conhecidas popularmente como polução noturna.[10] O pênis pode ficar ereto regularmente durante o sono, e os homens podem acordar com uma ereção.[11] Uma vez que um menino atinge certa idade, ereções ocorrem com muito mais frequência devido à puberdade.[12] As ereções podem ocorrer espontaneamente a qualquer hora do dia, e ela pode ocorrer até mesmo ao se vestir.[13] Ereções são comuns para crianças e bebês, e pode mesmo ocorrer antes do nascimento.[14] As espontâneas são normais, mas podem ser embaraçosas se acontecerem em público, como em uma sala de aula ou sala de estar.[15][16]

Características[editar | editar código-fonte]

  • surgimento de pelos nos púbis, nas axilas e no peito;
  • aumento dos testículos e do pênis;
  • crescimento da barba;
  • voz grave;
  • ombros mais largos;
  • aumento da massa muscular;
  • início da produção de espermatozoides;
  • aumento do peso e da estatura;
  • surgimento de pelo no dedão do pé.[7]

Puberdade feminina[editar | editar código-fonte]

Transformações[editar | editar código-fonte]

A puberdade feminina se inicia, em geral, entre 11 e 14 anos, variando esse período de pessoa para pessoa. Em geral, a puberdade tem inicio com a primeira menstruação (menarca), que coincide com o surgimento de uma série de transformações do corpo que já se vinham manifestando na fase conhecida como pré-puberal.[17]

Geralmente a partir dos dez anos a menina cresce vários centímetros em pouco tempo, sua cintura se afina, os quadris se alargam, os seios começam a avolumar-se e surge uma leve pilosidade no púbis e nas axilas.

Paralelamente, as glândulas sudoríparas se desenvolvem, tornando o odor do corpo mais intenso e provocando maior sudorese nas axilas. Essas mudanças, causam uma certa sensação de insegurança e inquietação na menina, culminam com a primeira menstruação. Durante os dois anos seguintes à primeira menstruação os ciclos podem ser ainda irregulares, mais longos ou mais breves.

As transformações que se verificam no período pré-púbere são resultados da atividade dos ovários, sobre a qual atua a hipófise. Ao nascer, a menina tem no ovário entre duzentos mil e quatrocentos mil óvulos, dos quais apenas cerca de quatrocentos serão utilizados ao longo de todo período fértil (até os 50-55 anos).[8]

Menstruação[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Menstruação

O primeiro sangramento menstrual é conhecido como menarca. No Canadá, a idade média da menarca é 12,72 e no Reino Unido é 12,9. O tempo entre períodos menstrual não é sempre regular nos dois primeiros anos após a menarca. Ovulação é necessária para a fertilidade, mas pode ou não acompanhar as primeiras menstruações. A iniciação da ovulação após a menarca não é inevitável. A alta proporção de meninas com irregularidade continuou nos anos de ciclo menstrual de várias menarca continuarão a ter irregularidade prolongada e anovulação, e estão em maior risco para a fertilidade reduzida. Nubilidade é usado para designar realização de fertilidade.

Características[17][editar | editar código-fonte]

  • alargamento dos ossos da bacia;
  • início do ciclo menstrual;
  • surgimento de pelos nos púbis e nas axilas;
  • depósito de gordura nas nádegas, nos quadris e nas coxas;
  • desenvolvimento dos seios.[7]

Maturação sexual[editar | editar código-fonte]

A maturação sexual abrange o desenvolvimento das gônadas, órgãos de reprodução e caracteres sexuais secundários. Existe uma ampla variação normal da idade de início e da velocidade de progressão da maturação sexual dentro de uma população. Na maioria das vezes os estágios de maturação sexual ocorrem numa sequência constante.[18]

No sexo masculino os sinais de maturação sexual costumam ocorrer na seguinte sequência: aumento dos testículos e da bolsa escrotal (média aos nove e dez anos de idade), crescimento de pelos pubianos (em torno de 11, 12 anos de idade), pelos axilares, pelos sobre o lábio superior, na face e em outras partes do corpo, mudanças da laringe e da voz e crescimento do pênis. A mudança na voz ocorre em média entre 11 a 15 anos de idade.[18]

Caracteres sexuais secundários[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Caracteres sexuais secundários

Masculino[editar | editar código-fonte]

  • Primeira ejaculação, o menino, em alguns casos,[19] já pode gerar filhos;[20]
  • Crescimento do pênis e testículos;
  • Aparecimento de pelos na zona púbica, nas axilas, no rosto e no peito;
  • Crescimento lento e prolongado;
  • Aumento dos músculos
  • Aumento dos ombros;
  • A voz torna-se mais grave.

Feminino[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (Jorgensen & Keiding 1991).
  2. (Tanner, 1990).
  3. Anderson SE, Dallal GE, Must A (2003). «Relative weight and race influence average age at menarche: results from two nationally representative surveys of US girls studied 25 years apart». Pediatrics. 111 (4 Pt 1): 844–50. PMID 12671122. doi:10.1542/peds.111.4.844 
  4. «Age at menarche in Canada: results from the National Longitudinal Survey of Children & Youth». BMC Public Health. 2010 
  5. Hamilton-Fairley, Diana. «Obstetrics and Gynaecology» (PDF) Second ed. Blackwell Publishing 
  6. Alleyne, Richard (13 de junho de 2010). «Girls now reaching puberty before 10 – a year sooner than 20 years ago» – via www.telegraph.co.uk 
  7. a b c d e «sexualidade: Puberdade». Consultado em 2 de Abril de 2010 
  8. a b c G. J. Ballone. «Adolescência e Puberdade - 1». Consultado em 3 de maio de 2010 
  9. ABC. «Las niñas llegan a la pubertad casi a los 10 años, doce meses antes que sus madres». Consultado em 14 de junho de 2010 
  10. Ltd, Not Panicking. «h2g2 - The Morning Glory (or Nocturnal Penile Tumescence) - Edited Entry». h2g2.com 
  11. Carroll, Janell (29 de janeiro de 2009). «Sexuality Now: Embracing Diversity». Cengage Learning – via Google Books 
  12. Madaras, Lynda; Madaras, Area (8 de junho de 2007). «What's Happening to My Body? Book for Boys: Revised Edition». HarperCollins – via Google Books 
  13. Attwood, Sarah (15 de maio de 2008). «Making Sense of Sex: A Forthright Guide to Puberty, Sex and Relationships for People with Asperger's Syndrome». Jessica Kingsley Publishers – via Google Books 
  14. Roberts, Holly L. «Erections in Babies». livestrong.com 
  15. Madaras, Lynda; Madaras, Area (8 de junho de 2007). «What's Happening to My Body? Book for Boys: Revised Edition». HarperCollins – via Google Books 
  16. Madaras, Lynda; Madaras, Area (6 de junho de 2007). «What's Happening to My Body? Book for Girls: Revised Edition». HarperCollins – via Google Books 
  17. a b Brasil Escola. «A puberdade e o desenvolvimento humano». Consultado em 16 de janeiro de 2012 
  18. a b Ciências da Saúde. «Maturação sexual tardia». Consultado em 16 de janeiro de 2012 [ligação inativa]
  19. «É Comum Gozar com Pouco ou Sem Esperma?». Consultaweb. Consultado em 1º de junho de 2012. Arquivado do original em 12 de fevereiro de 2012 
  20. «Colégio Bandeirantes». www.colband.com.br. Consultado em 1 de junho de 2012. Arquivado do original em 23 de setembro de 2015 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Puberdade