Sex shop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sex shop na Reeperbahn, uma das ruas mais conhecidas no bairro alemão St. Pauli, Hamburgo.

Sex shop é uma loja que vende produtos com finalidades eróticas como vibradores, bonecas insufláveis, acessórios de sadomasoquismo, lingerie erótica, fantasias eróticas, filmes pornográficos, preservativos, cremes eróticos, chaveirinhos em forma de pénis, calcinhas comestíveis, tanguinhas sugestivas, chocolates artísticos, cabaninhas para a masturbação e outras coisas .

Apesar de ser uma loja como qualquer outra algumas pessoas possuem o pudor de entrar em uma, então são muito comuns os sex shops virtuais, em que o cliente faz o pedido dos mesmos itens e se mantém anônimo. Por vergonha, às vezes.

O primeiro sex shop do mundo é o Beate Uhse AG criado pela empresária alemã Beate Uhse-Rotermund.

Sabemos que hoje existem sex shops em praticamente todos os países do mundo e que novas tecnologias são empregadas em novos dispositivos que podem aumentar o prazer das pessoas.

Hoje com a internet, muitas empresas estão fazendo sexshop online. Alguns com vendas em varejo e outros com venda em atacado.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sex shop
Ícone de esboço Este artigo sobre sexo ou sexualidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.