Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Particionamento de disco"

15 bytes adicionados ,  02h59min de 3 de julho de 2018
m
sem resumo de edição
m
 
== Tipos de partições em PCs ==
Esta seção descreve o esquema de particionamento do [[registro mestre de inicialização]] (MBR), como usado historicamente no [[DOS]], [[Microsoft Windows]] e [[Linux]] (entre outros) em sistemas de computação [[IBM PC compatível|compatíveis com PC]]. A partir de meados de 2010, a maioria dos novos computadores usa o esquema de particionamento da [[Tabela de Partição GUID|Tabela de Partições GUID]] (GPT). Para exemplos de outros esquemas de particionamento, consulte o artigo geral sobre [[Tabela de partição|tabelas de partições]].
 
O espaço total de armazenamento de dados de um HDD de PC, no qual o particionamento MBR é implementado, pode conter no máximo quatro ''partições primárias'' ou, alternativamente, três partições primárias e uma ''[[Particionamento de disco (secção)#Partição estendida|partição estendida]]''. A ''Tabela de Partições'', localizada no registro mestre de inicialização, contém entradas de 16 bytes, cada uma descrevendo uma partição.
 
O ''tipo de partição'' é identificado por um código de 1 byte encontrado em sua entrada na tabela de partições. Alguns desses códigos (como [[Tipo de partição#Lista de IDs de partições|0x05]] e [[Tipo de partição#Lista de IDs de partições|0x0F]]) podem ser usados para indicar a presença de uma [[partição estendida]]. A maioria é usado pelo [[carregador de inicialização]] de um sistema operacional (que examina tabelas de partições) para decidir se uma partição contém um sistema de arquivos que pode ser usado para ''montar / acessar'' para leitura ou gravação de dados.