Estação do Caminho de Ferro de Maputo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estação de Caminhos de Ferro nos anos de 1920.

A Estação de Caminhos de Ferro de Maputo, Moçambique, é um edifício imponente, projectado pelos arquitectos Alfredo Augusto Lisboa de Lima, Mário Veiga e Ferreira da Costa, e construído entre 1913 e 1916[1]. O seu projecto é muitas vezes erradamente atribuído a Gustave Eiffel. Actualmente serve como terminal das linhas dos CFM que ligam a cidade à Suazilândia (Linha de Goba), África do Sul (Linha de Ressano Garcia) e Zimbabué (Linha do Limpopo).

Esta estrutura substituiu outra mais antiga e simples, construída em 1895 para a inauguração da linha para Pretória, África do Sul.

Reconhecimento mundial[editar | editar código-fonte]

Em 2009, um artigo da Newsweek Magazine coloca a estação de Maputo entre as mais interessantes estações do mundo, e provavelmente a mais bonita de África[2].

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Morais, João Sousa. Maputo, Património da Estrutura e Forma Urbana, Topologia do Lugar. Livros Horizonte, 2001, p. 110.
  2. Jaime Cunningham (9 de janeiro de 2009). «Stations: A Destination That Matches the Journey» (em inglês). Newsweek. Consultado em 29 de agosto de 2012 

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação do Caminho de Ferro de Maputo

Estação Central dos Caminhos-de-Ferro no sítio do Património de Influência Portuguesa, da Fundação Calouste Gulbenkian


Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.