Facial Action Coding System

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Músculos da cabeça e pescoço.

Facial Action Coding System (FACS)[1]é um sistema para taxonomizar expressões faciais humanas, originalmente desenvolvido por Paul Ekman e Wallace Friesen em 1976.[2] É um padrão comum para categorizar sistematicamente a expressão física das emoções, e tem sido útil a psicólogos e a animadores.

Usos[editar | editar código-fonte]

Usando FACS[3], rotuladores humanos podem manualmente rotular quase qualquer expressão facial anatomicamente possível, desconstruindo-as em Action Units (AU - Unidades de Ação) específicas e seus segmentos temporais que causaram a expressão. Como AUs são independentes de qualquer interpretação, elas podem ser usadas em processos de decisões gerais incluindo reconhecimento de emoções básicas, ou comandos pré-programados em um ambiente inteligente. O manual FACs tem mais de 1000 páginas e fornece as AUs, bem como as interpretações do Dr. Ekman do seu significado.

FACS define 44 AUs [4], que consistem na contração ou relaxação de um ou mais músculos. Também define Action Descriptors (Descritores de Ação), que diferem das AUs por não terem músculos causadores especificados e não ter comportamento distinto no mesmo grau de precisão que as AUs.

Por exemplo, FACS pode ser usado para distinguir entre dois tipos de sorrisos:[5]

Apesar de que a rotulação de expressões atualmente requer especialistas treinados, pesquisadores tiveram algum sucesso em usar computadores para reconhecer automaticamente códigos FACS, e portanto rapidamente identificar emoções[6]. Modelos de rostos usando computação gráfica como CANDIDE ou Artnatomy, permitem que expressões sejam artificialmente "configuradas" através da escolha das AUs desejadas.

O uso do FACs foi proposto na análise de depressão[7], e medida da dor em pacientes incapazes de se expressar verbalmente[8].

FACS foi projetado para ser possível de se aprender sozinho. As pessoas conseguem aprender a técnica de uma série de fontes[9], incluindo manuais e workshops[10], and obtain certification through testing[11].

Códigos para unidades de ação[editar | editar código-fonte]

É importante notar que FACS é um índice de expressões faciais e fornece informações sobre o grau da ativação muscular utilizando as letras de A (leve) até a E (contração máxima) após o AU, como por exemplo: AU1C + 2B. Os principais músculos envolvidos em cada AU foram acrescentados aqui para o benefício do leitor.

(Veja também a lista dos músculos faciais.)

Action Units (AUs with underlying facial muscles). Action Descriptors (ADs) do not have specific underlying muscle action[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Freitas-Magalhães, A. (2011). O Código de Ekman: O Cérebro, a Face e a Emoção Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa. ISBN 978-989-643-067-2 .
  2. P. Ekman and W. Friesen. Facial Action Coding System: A Technique for the Measurement of Facial Movement. Consulting Psychologists Press, Palo Alto, 1978.
  3. Freitas-Magalhães, A. (2012). Microexpression and macroexpression. In V. S. Ramachandran (Ed.), Encyclopedia of Human Behavior (Vol. 2, pp.173-183). Oxford: Elsevier/Academic Press. ISBN 978-008-088-575-9x
  4. Freitas-Magalhães, A. (2016).Facial Action Coding System: Manual de Codificação Científica da Face Humana. Porto: FEELab Science Books. ISBN 978-989-8766-11-3.
  5. Del Giudice M, Colle L (2007). Differences between children and adults in the recognition of enjoyment smiles. Developmental psychology. pp. 796–803. doi:10.1037/0012-1649.43.3.796. PMID 17484588 
  6. Facial Action Coding System. Retrieved July 21, 2007.
  7. Reed LI, Sayette MA, Cohn JF (2007). Impact of depression on response to comedy: A dynamic facial coding analysis. Journal of abnormal psychology. pp. 804–9. doi:10.1037/0021-843X.116.4.804. PMID 18020726 
  8. Lints-Martindale AC, Hadjistavropoulos T, Barber B, Gibson SJ (2007). A Psychophysical Investigation of the Facial Action Coding System as an Index of Pain Variability among Older Adults with and without Alzheimer's Disease. Pain medicine (Malden, Mass.). pp. 678–89. doi:10.1111/j.1526-4637.2007.00358.x. PMID 18028046 
  9. http://www.google.com/search?q=facs+learning+facial+expressions&ie=utf-8&oe=utf-8&aq=t Google search for FACS Learning Facial Expressions
  10. http://www.erikarosenberg.com/FACS.html Example and web site of one teaching professional: Erika L. Rosenberg, Ph.D
  11. http://www.face-and-emotion.com/dataface/facs/fft.jsp

Ligações externas[editar | editar código-fonte]