Fahri Korutürk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fahri Korutürk
Nascimento 3 de agosto de 1903
Istambul
Morte 12 de outubro de 1987 (84 anos)
Istambul
Sepultamento Cemitério do Estado Turco, Ancara
Cidadania Turquia
Alma mater Academia Naval da Turquia
Ocupação político, diplomata, militar
Prêmios Cavaleiro da Grã-Cruz com colar da Ordem do Mérito da República Italiana, Ordem do Mérito da República Italiana, Ordem da Rosa Branca da Finlândia
Religião Islã
Assinatura
Fahri Korutürk imzası.png

Fahri Korutürk (Istambul, 3 de agosto de 1903 - 12 de outubro de 1987) foi um militar da Turquia. Estudante da Escola Média da Marinha, ele serviu em Cruzador e Submarino. Foi também Almirante da marinha turca e serviu como embaixador turco em Moscovo e em Madrid. Eleito presidente turco no ano de 1973 chefiou a nação turca até 6 de abril de 1980, quando foi levado ao cargo de Senador permanente.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele frequentou a escola de cadetes da Marinha em 1916, graduou-se em 1923 e na Academia Naval em 1933. Korutürk prestou serviço ativo em cruzadores e submarinos e mais tarde viajou para o exterior como adido naval em Roma, Berlim e Estocolmo. Em 1936, ele participou da Convenção de Montreux sobre o Regime do Estreito da Turquia como conselheiro militar. Ele foi feito contra-almirante em 1950 e comandou várias unidades até se tornar almirante .

Após sua aposentadoria em 1960 do posto de Comandante da Marinha Turca, Korutürk foi nomeado pelo Chefe de Estado Cemal Gürsel como Embaixador da Turquia na União Soviética (1960-1964) e mais tarde na Espanha (1964-1965).

Em 1968, o presidente Cevdet Sunay o nomeou membro do Senado. Em 6 de abril de 1973, a Grande Assembleia Nacional da Turquia elegeu-o o 6º Presidente da República da Turquia.[1] Durante seu mandato, ele presidiu a invasão turca de Chipre, em 20 de julho de 1974, depois que o arcebispo Makarios III foi deposto pela Guarda Nacional cipriota liderada por um oficial grego.

Korutürk cumpriu mandato constitucional de sete anos até 6 de abril de 1980. Posteriormente, tornou-se senador até o golpe de Estado em 1980.[2]

Casou-se com Emel Korutürk em 1944 e tiveram dois filhos e uma filha.[2] Seu sobrenome, Korutürk,[3] foi dado a ele por Mustafa Kemal Atatürk. Fahri Korutürk morreu em Moda, Istambul. Ele foi sepultado no cemitério estatal turco em Ancara.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Nye, Roger P. (abril de 1977). «Civil-Military Confrontation in Turkey: The 1973 Presidential Election». International Journal of Middle East Studies (em inglês) (2): 209–228. ISSN 0020-7438. doi:10.1017/S0020743800026957. Consultado em 27 de setembro de 2020 
  2. a b Nye, Roger P. (abril de 1977). «Civil-Military Confrontation in Turkey: The 1973 Presidential Election». International Journal of Middle East Studies (em inglês) (2): 209–228. ISSN 0020-7438. doi:10.1017/S0020743800026957. Consultado em 27 de setembro de 2020 
  3. «Korutürk, Fahri». Encyclopaedia of Islam, THREE. Consultado em 27 de setembro de 2020