Ferré Gola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ferré Gola
Informação geral
Nome completo Hervé Gola Bataringe
Também conhecido(a) como Le Padre, Mr. Lova Lova, Nika Boronina, Le Capitaine qui Amène la Rumba Congolaise à Bon Port
Nascimento 3 de março de 1976 (41 anos)
Local de nascimento Lingwala, Kinshasa
 República Democrática do Congo
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Instrumento(s) Vocal, Bateria
Período em atividade 1994 — atualmente (cantor)
Gravadora(s) DRTV Production (2006 - 2009),
Diego Music (2009 - 2013),
BMK La Paix Prod (desde 2014) Jeericho Records
Afiliação(ões) Werrason, J.D.T. Mulopwe, Koffi Olomidé, Celéo Scram, Victoria Kimani
Influência(s)
Página oficial ferregola.com

Hervé Gola Bataringe (Kinshasa, 3 de março de 1976), mais conhecido pelo nome artístico Ferré Gola, é um cantor, compositor e dançarino congolês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Hervé Gola Bataringe nasceu 3 de março de 1976 em Lingwala, Kinshasa.

Hervé é o sétimo filho entre os nove filhos. Sendo apaixonado pela música desde tenra idade (indo aos ensaios dos músicos depois da escola), Hervé sempre quis ser um músico profissional.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Foi em 1995 que o início do seu sonho começa a se realizar quando, aquando de uma quermesse organizada em Bandalungwa (bairro de Kinshasa), Hervé foi flagrado e recrutado pelo Werrason, no grupo Wenge Musica 4x4 B.C.B.G Tout-Terrain ao lado do JB Mpiana, Alain Mpela, Blaise Bula, Aimélia Lias e outros antes da separação do grupo. Após a separação do grupo, Gola juntou-se ao grupo de Wenge Musica Maison Mère durante 7 anos (de 1997 à 2004) sob o pseudônimo "Ferré Chair de Poule". Em 2004, Ferré abandona o grupo de Werrason para fundar Les Marquis de Maison-Mère com J.D.T. Mulopwe e Bill Clinton Kalonji (que também foram membros do grupo "Wenge Musica Maison Mère" do Werrason).[1]

Em 2005, Ferré Gola foi chamado para fazer parte do grupo Quartier Latin de Koffi Olomidé,[2][3][4] juntamente ao lado do seu rival Fally Ipupa. Em 2006, Ferré partiu para uma carreira solo,[5] no mesmo ano Fally Ipupa também afastou-se do grupo Quartier Latin.

Em dezembro de 2006, Ferré, disponibilizou o seu primeiro álbum a solo intitulado Sens Interdit.[6]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • 2007 : Sens Interdit
  • 2009 : Qui Est Derrière Toi?
  • 2013 : Boite Noire
  • 2016 : Nam Myho Renge Kyo :Qu'est Ce Que J'avais Dit (álbum em curso)

Lista de Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho Categoria Resultado
2012 Tchekele Pete Melhor Artista de África Central - Kora Awards[7] Venceu

Referências

  1. radiookapi-20130418
  2. Last.fm (3 de Setembro de 2005). «Ferre Gola: Biography». Last.fm (LFM). Consultado em 19 de April 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. radiookapi-20130418
  4. Ngaira, Amos (24 de Agosto de 2012). «Koffi Olomide's downward spiral». Africa Review. Consultado em 19 de Abril de 2016 
  5. radiookapi-20130418
  6. radiookapi-20120705
  7. abidjan.net

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ferré Gola