Four Stars (filme de Andy Warhol)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fours Stars, ****
 Estados Unidos
1967 •  1500 min 
Direção Andy Warhol
Género Filme experimental
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Four Stars (também conhecido como "****" - o título é um trocadilho com o sistema de classificação usado por críticos de censura, sendo que "as quatro estrelas" é o maior nível) é um filme estadunidense de 1967, dirigido por Andy Warhol. O filme tem 25 horas de duração, podendo ser considerado um dos filmes mais longos de Andy Warhol.[1]

Ao contrário de alguns filmes prévios de Andy Warhol, como, por exemplo, o clássico Vinyl (de 1965), em que a câmera de filmagem, após ligada, fica filmando em Plano-sequência - sem trazer um únio corte -, este filme, em especial, tem uma coisa que o crítico Gene Youngblood chama de "cortes secos". Este efeito de "cortes secos" consiste em ficar ligando e desligando a câmera durante a filmagem, criando diversos efeitos de sobreposição de imagens. Este filme, completamente experimental, foi filmado ainda no tempo da "The Factory" - antigo estúdio de Andy Warhol, em Nova Iorque -, traz diversas de suas super-estrelas, incluindo Edie Sedgwick, Ondine, Brigid Berlin, Viva, Gerard Malanga, Ultraviolet, Taylor Mead, Joe Dallesandro (em seu primeiro filme), e outros.

Fotografado inteiramente em cores, este filme foi projetada com tempo total de 25 horas de duração, juntando todos os rolos de 35 minutos.

Após dizer essa frase, deixando bem claro que deixaria o experimentalismo de lado, para se dedicar um pouco ao comercialismo, este filme foi "picado" em diversos pedaços, na tentativa de encurtá-lo, o que acabou dando origem a outros filmes, como Imitation of Christ.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. História do filme.
  2. Citação de Andy Warhol.

Links Externos[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.