Francisco Manuel da Silva Coelho de Mascarenhas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Francisco Mascarenhas, veja Francisco Mascarenhas (desambiguação).
Francisco Manuel da Silva Coelho de Mascarenhas
Nascimento 8 de março de 1947 (72 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação engenheiro, militar

Francisco Manuel da Silva Coelho de Mascarenhas (Santa Isabel, Lisboa, 8 de março de 1947) é um engenheiro português. Licenciou-se em Engenharia Electrotécnica - Telecomunicações e Electrónica pelo IST e foi Director de Engenharia e Tecnologias da RTP (Rádio e Televisão de Portugal).

Biografia[editar | editar código-fonte]

A atribuição em 2006 pelo Presidente Jorge Sampaio do grau de Grande-Oficial da Ordem da Liberdade ficou a dever-se à sua participação, enquanto Tenente Miliciano de Infantaria, nas operações do 25 de Abril de 1974, comandando a Companhia de Infantaria que, saída do Quartel do Batalhão de Caçadores 5, em Campolide, foi encarregada de efectuar a segurança de uma vasta zona que incluía os estúdios do Rádio Clube Português, Quartel Mestre General (frente ao Liceu Maria Amália, Palácio de Justiça e zonas Norte e Poente do Parque Eduardo VII).

É filho de António Francisco Coelho de Mascarenhas e de Maria Dinorah da Silva. Casado com Maria Luísa Martins Macedo de Faria.

Referências