Gary Dockery

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gary Dockery
Nascimento 1954
Morte 15 de abril de 1997
Ocupação agente da polícia

Gary French Dockery (1954 - 15 de abril de 1997) foi um oficial do departamento de polícia de Walden, no Tennessee, Estados Unidos. Depois de ser gravemente ferido em 1988, ele passou sete anos e meio em estado de coma. Em 1996, ele acordou do coma e reconheceu seus filhos, que tinham 13 anos e cinco anos de idade quando entrou em coma, e tinham chegado aos 20 e 12 anos de idade quando acordou, lembrava de coisas de seu passado, como os nomes de seus cavalos e acampamentos, reconheceu os amigos e achava que Ronald Reagan ainda era presidente do país.[1][2] No entanto, após 18 horas, ele voltou ao seu estado anterior e morreu de um coágulo de sangue no pulmão um ano depois, em 15 de abril de 1997, aos 42 anos.[3]

Referências

  1. Press, From Associated (16 de abril de 1997). «Policeman Who Briefly Awoke From Coma Dies». Los Angeles Times (em inglês). ISSN 0458-3035 
  2. «To Him, It Was Still 1988: The 'Coma Cop' Awakens». Newsweek (em inglês). 25 de fevereiro de 1996 
  3. Press, The Associated (16 de abril de 1997). «Officer Who Emerged From Long Coma Dies». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.