Gerardus Samuel van Krieken

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gerardus Samuel van Krieken
Nascimento Roterdã
Ocupação arquiteto
Basílica de Nossa Senhora do Rosário.

Gerardus Samuel van Krieken ou Gerard van Krieken (Roterdão, 29 de agosto de 1864 — 1933) foi um arquiteto holandês radicado em Portugal.

Fez os seus estudos em Genebra – onde frequentou o Liceu de Genebra e a Escola das Artes Industriais, a Escola de Belas Artes, a Escola Municipal de Arte Aplicada à Indústria –, que terminou em 1887. Em 1888 apresentou-se ao concurso para professores das escolas industriais portuguesas, mandado abrir perante a legação portuguesa em Berna, entrando para o serviço do Ministério em 15 de agosto de 1889. Foi nomeado para Chaves em 1889 e transferido para Leiria dois anos mais tarde; seria novamente transferido para o Porto em 1892, para a Escola Industrial Infante D. Henrique. Entre as suas obras de arquitetura podem destacar-se as seguintes: Palacete dos Viscondes de São João da Pesqueira, rua D. Manuel II, Porto, c. 1921; ampliação da Faculdade de Medicina do Porto, 1925; Basílica de Nossa Senhora do Rosário, Fátima, em que trabalhou até à data da sua morte.[1] Foi ainda autor, entre outras obras, do vitral no teto da Livraria Lello, Porto, constituído por cinquenta e cinco painéis, assentes numa estrutura de ferro.[2]

Referências

  1. Carvalho, António Cardoso Pinheiro de – "0 arquiteto José Marques da Silva e a arquitetura no norte do país na primeira metade do século XX"; tese de Doutoramento em História de Artes, Faculdade de Letras do Porto, 1992, p. 187
  2. «Conservação e restauro da fachada, vitral e telhado da Livraria Lello». Vida Imobiliária. Consultado em 12 de março de 2017. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) arquiteto(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.