Gerardus Samuel van Krieken

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gerardus Samuel van Krieken
Nascimento 1864
Roterdã
Cidadania Reino dos Países Baixos
Ocupação arquiteto
Basílica de Nossa Senhora do Rosário.

Gerardus Samuel van Krieken ou Gerard van Krieken (Roterdão, 29 de agosto de 1864 — 1933) foi um arquiteto holandês radicado em Portugal.

Fez os seus estudos em Genebra – onde frequentou o Liceu de Genebra e a Escola das Artes Industriais, a Escola de Belas Artes, a Escola Municipal de Arte Aplicada à Indústria –, que terminou em 1887. Em 1888 apresentou-se ao concurso para professores das escolas industriais portuguesas, mandado abrir perante a legação portuguesa em Berna, entrando para o serviço do Ministério em 15 de agosto de 1889. Foi nomeado para Chaves em 1889 e transferido para Leiria dois anos mais tarde; seria novamente transferido para o Porto em 1892, para a Escola Industrial Infante D. Henrique. Entre as suas obras de arquitetura podem destacar-se as seguintes: Palacete dos Viscondes de São João da Pesqueira, rua D. Manuel II, Porto, c.2007; ampliação da Faculdade de Medicina do Porto, 1925; Basílica de Nossa Senhora do Rosário, Fátima, em que trabalhou até à data da sua morte.[1] Foi ainda autor, entre outras obras, do vitral no teto da Livraria Lello, Porto, constituído por cinquenta e cinco painéis, assentes numa estrutura de ferro.[2]

Referências

  1. Carvalho, António Cardoso Pinheiro de – "0 arquiteto José Marques da Silva e a arquitetura no norte do país na primeira metade do século XX"; tese de Doutoramento em História de Artes, Faculdade de Letras do Porto, 1992, p. 187
  2. «Conservação e restauro da fachada, vitral e telhado da Livraria Lello». Vida Imobiliária. Consultado em 12 de março de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) arquiteto(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.