Gesta Danorum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2014)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Gesta Danorum (Fragmento de Angers), página 1, frente.

Gesta Danorum ("Feitos dos Dinamarqueses", em latim; também conhecida como Saxos Danmarkshistorie, Saxos Danmarks Krønike, Danmarks Riges Krønike ou Saxos Krønike) é um livro do século XII - em 16 volumes - sobre a História da Dinamarca, da autoria do historiador medieval Saxo Grammaticus (literalmente "Saxão, o Gramático").[1][2] Trata-se da obra literária mais ambiciosa do período medieval naquele país, e é até hoje uma fonte essencial para a sua história. Também é um dos documentos escritos mais antigos sobre a história da Estônia e da Letônia.

Escrita a pedido do arcebispo Absalão, a Gesta Danorum consiste de dezesseis livros escritos em latim que descrevem a história da Dinamarca e, até certo ponto, da Escandinávia de modo geral, desde a pré-história até o fim do século XII. Além disso, a obra oferece reflexões singulares a respeito de questões importantes para a Europa da Alta Idade Média a partir de uma perspectiva escandinava, complementando o que foi legado pelos historiadores da Europa meridional e ocidental.

Manuscritos[editar | editar código-fonte]

O documento original está perdido, com exceção de 4 fragmentos.
No séc. XVI, o tradutor dinamarquês Christiern Pedersen encontrou uma cópia da obra em Lund, e editou-a em Paris, no ano de 1514, com o título Danorum Regum heroumque Historiae (História dos Reis e dos Heróis dos Danos).[3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

  • Saxo Grammaticus, Gesta Danorum, livros I-IX, traduzidos para o inglês por Oliver Elton, 1905.
  • Saxo Grammaticus, Gesta Danorum, da Biblioteca Real de Copenhague, em latim (índice em dinamarquês).

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]

  • Apoteker Sibbernsens Saxobog, C. A. Reitzels Forlag, Copenhague, 1927
  • Davidson, Hilda Ellis; Peter Fisher (trad. para o inglês), Saxo Grammaticus: The History of the Danes, Books I-IX : I. texto em inglês; II. comentários, tradução para o inglês moderno, 2002, ISBN 0-85991-502-6
  • Stangerup, Helle. Saxo Hans værk – Hans verden, Høst & Søn forlag 2004, ISBN 87-14-29949-6
  • Horn, Frederik Winkel, Saxo Grammaticus: Danmarks Krønike, Chr. Flors Boghandel, Copenhague, 1911.
  • Olrik, Jørgen e Ræder, H. Saxonis Gesta Danorum, Levin & Munkesgaard, Copenhague, 1931
  • Vedel, Anders Sørensen, Den Danske Krønicke Saxo-oversættelse 1575 udgivet i facimile af Det danske Sprog- og Litteraturselskab, G. E. C Gad, Copenhague, 1967
  • Weibull, Curt, Saxo. Kritiska undersökningar i Danmarks historia från Sven Estridsens död till Knut VI., Lund, Blekingska boktryckeriet, 1915 (in Historisk tidskrift för Skåneland, band 6, häfte 1-3)

Referências

  1. Anders Bæksted; Peter Hallberg (1988). «Källor och källskrifter». Nordiska gudar och hjältar (em sueco). Estocolmo: Forum. p. 28. 429 páginas. ISBN 91-37-09594-3 
  2. «Saxo Grammaticus» (em sueco). Bengans historiasidor. Consultado em 10 de fevereiro de 2017 
  3. Anders Bæksted; Peter Hallberg (1988). «Källor och källskrifter». Nordiska gudar och hjältar (em sueco). Estocolmo: Forum. p. 29. 429 páginas. ISBN 91-37-09594-3 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.