GoPro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo ou secção, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada nos artigos correspondentes noutras línguas e também na página de discussão.
GoPro
Razão social GoPro, Inc
Empresa cotada em bolsa
Slogan A câmera mais versátil do mundo
Cotação (NASDAQ: GPRO
Indústria Software, Fotografia e Imagem
Fundador(es) Nick Woodman
Sede San Mateo, California
Presidente Nick Woodman
Pessoas-chave
Produtos Câmeras digitais
Empresa-mãe Woodman Labs, Inc.
Subsidiárias {plainlist
Valor de mercado Aumento US$ 4 bilhões (Junho/2014)[1]
Antecessora(s) Woodman Labs, Inc.
Website oficial www.gopro.com
GoPro Hero 4 Silver Edition.

GoPro, Inc.[2] (comercializado como GoPro e às vezes estilizado como GoPRO) é uma empresa de tecnologia norte-americana fundada em 2002 por Nick Woodman. Ela fabrica câmeras de ação homônima, voltada para o público esportista e aventureiro, e desenvolve seus próprios aplicativos móveis e software de edição de vídeo. Fundada como Woodman Labs, Inc, a empresa se concentrou no gênero de esportes conectados, desenvolvendo suas câmeras de linha de ação e, mais tarde, software de edição de vídeo.

A empresa desenvolveu um drone quadcopter, Karma, lançado em outubro de 2016. Em janeiro de 2018, o Karma foi descontinuado e a empresa contratou a JPMorgan Chase para buscar opções de venda da empresa.[3] No entanto, um mês depois, o CEO negou isso.[4]

Sua câmeras possuem características e qualidades de câmeras semiprofissionais sendo versátil para ser utilizada em esportes variados como surf, paraquedismo, automobilismo, montanhismo, motocross.[5][6][7]

GoPro Hero 2 na caixa à prova d'água

Em Junho de 2014 a empresa realizou uma oferta publica inicial e abriu seu capital no mercado de ações NASDAQ[8][1]

História[editar | editar código-fonte]

A empresa foi fundada por Nick Woodman em 2002.[9] Ele foi motivado por uma viagem de surfe à Austrália em 2002, na qual esperava capturar fotos de ação de qualidade, mas não conseguiu porque os fotógrafos amadores não conseguiam chegar perto o suficiente ou comprar equipamentos de qualidade a preços razoáveis.[10] Seu desejo por um sistema de câmeras que capturasse os ângulos profissionais inspirou o nome da 'GoPro'.[11][12]

Woodman levantou parte de seu capital inicial vendendo cintos de contas e conchas por menos de US $ 20 de sua VW van[13] e, mas tarde, correias da câmera da moda. Ele também recebeu mais de US$ 230.000 de seus pais para investir no negócio.[14][15]

Em 2004, a empresa vendeu seu primeiro sistema de câmera, que usava filme de 35 mm.[11] Câmeras digitais e de vídeo foram posteriormente introduzidas. Como a de 2014, uma câmera de vídeo HD com lentes fixas e uma ampla lente de 170 graus que estava disponível; duas ou mais podem ser emparelhados para criar um vídeo em 360º.[16]

Em 4 de junho de 2014, a empresa anunciou a nomeação do ex-executivo da Microsoft Tony Bates como presidente se reportando diretamente a Woodman.[17]

Em janeiro de 2016, a GoPro fez uma parceria com a Periscope para transmissões ao vivo.[18]

Depois de aumentar o número de funcionários em mais de 500 em 2015, a empresa respondeu às vendas fracas no quarto trimestre, cortando cerca de 7% de sua força de trabalho (100 trabalhadores) em janeiro de 2016.[19]

Em seu pico, uma parte da GoPro foi avaliada em US$ 86, mas em 26 de março de 2018, apenas US$ 4,81.[20]

Em novembro de 2016, a empresa anunciou que estava demitindo mais 200 funcionários em um esforço para reduzir custos. A empresa também anunciou que o presidente Tony Bates estaria deixando o cargo no final de 2016.[21] Mais 270 empregados foram demitidos em março de 2017,[22] e 250 demissões adicionais se seguiram em janeiro de 2018, deixando a força de trabalho da empresa para "pouco menos de 1.000"[23]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Reuters (26 de junho de 2014). «G1 - Fabricante de câmeras GoPro estreia com alta na bolsa dos EUA». g1.com. Consultado em 14 de Junho de 2014 
  2. «FORM S-1 REGISTRATION STATEMENT - GOPRO, INC.». U.S. Securities and Exchange Commission. Consultado em 5 de maio de 2018 
  3. «GoPro is reportedly putting itself up for sale». The Verge. Consultado em 5 de maio de 2018 
  4. «GoPro's holiday season was even worse than the company predicted». The Verge 
  5. Barbosa, Daniela (2 de novembro de 2013). «Nick Woodman, o surfista que ficou bilionário com a GoPro». EXAME.com. Consultado em 14 de Fevereiro de 2013 
  6. Hirata, Lucas (20 de dezembro de 2012). «Foxconn compra participação em empresa de câmeras». EXAME.com. Consultado em 14 de Fevereiro de 2013 
  7. Ryan Mac (20 de dezembro de 2012). «Foxconn Buys Stake In Camera Maker GoPro, Turning Founder Into A Billionaire» (em inglês). Forbes. Consultado em 14 de Fevereiro de 2013 }
  8. Benzinga (26 de junho de 2014). «Will GoPro's Pricing Leave Investors Smiling?». nasdaq.com. Consultado em 14 de Junho de 2014 
  9. «Form S-1». www.sec.gov. Consultado em 5 de maio de 2018 
  10. Mac, Ryan (4 de março de 2013). «The Mad Billionaire Behind GoPro: The World's Hottest Camera Company». Forbes 
  11. a b «GoPro with Founder/Inventor Nick Woodman». Malakye.com. 5 de janeiro de 2010. Consultado em 5 de maio de 2018. Arquivado do original em 7 de outubro de 2011 
  12. Burrows. «GoPro's Incredible Small, Durable Camcorder». BusinessWeek. Consultado em 5 de maio de 2018 
  13. «Five Startup Lessons From GoPro Founder And Billionaire Nick Woodman». 13 de março de 2013. Consultado em 5 de maio de 2018 
  14. Brian Solomon. «Nick Woodman with his father Dean - In Photos: The Early Years of GoPro and Founder Nicholas Woodman». Forbes. Consultado em 5 de maio de 2018 
  15. «How Family Ties Helped Nick Woodman Make GoPro Click». 20 de junho de 2013. Consultado em 5 de maio de 2018 
  16. Williams (5 de abril de 2014). «This 360 video shot with 6 GoPro cameras will blow your mind». The Next Web. Consultado em 5 de maio de 2018 
  17. GoPro (4 de junho de 2014). «GoPro Appoints Tony Bates as President And Member of the Board of Directors». Consultado em 5 de maio de 2018. Arquivado do original em 4 de junho de 2014 
  18. Katie Roof (26 de janeiro de 2016). «GoPro Integrates With Periscope». Consultado em 5 de maio de 2018 
  19. «GoPro Cutting About 100 Jobs After Weak 4Q Sales». Fevereiro de 2016 
  20. «What is the Reason behind the Decline in the Shares of GoPro?». Consultado em 5 de maio de 2018 
  21. Warren (30 de novembro de 2016). «GoPro cuts 15 percent of jobs to restructure struggling camera business». The Verge. Consultado em 5 de maio de 2018 
  22. Heater, Brian. «GoPro will cut 270 more jobs». Techcrunch. Consultado em 5 de maio de 2018 
  23. REISINGER, Don. «Here's Why GoPro Is Giving Up on Drones». fortune.com. Time Inc. Consultado em 5 de maio de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre GoPro