Gran Torre Santiago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gran Torre Santiago
Gran Torre Santiago (39693576311) (2).jpg
História
Arquiteto
Barreda y Asociados Watt International e César Pelli
Desenvolvedor
Período de construção
2006-2013
Pedra fundamental
Junho de 2006
Abertura
Custo
US$ 1 bilhão[3][4]
Status
Completo
Uso
Escritórios
Arquitetura
Estilo
Antena
300 m
Altura do último andar
261 m[2]
Altura
300 mVisualizar e editar dados no Wikidata
Superfície
107.125 m²
Pisos
64 (+6 andares no subsolo)
Caves
6Visualizar e editar dados no Wikidata
Elevador
24
Administração
Contratante
SalfaCorp (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Proprietário
Localização
Localização
Av. Andrés Bello 2457, Providencia, Santiago
Endereço
Coordenadas

A Gran Torre Santiago é um arranha-céu de 300 metros de altura localizado em Santiago do Chile, é o maior edifício e abriga o mais alto mirante da América Latina, o Sky Costanera. O edifício faz parte do Costanera Center, o maior complexo financeiro de Santiago, que abriga o Mall Costanera Center. Conta com 4.500 vagas de estacionamento em cinco andares subterrâneos. É possível visitar o edifício e subir até o último andar de segunda à domingo, das 10h às 22h, sendo que o último elevador sobe às 21h.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A torre foi desenhada por Cesar Pelli, os arquitetos chilenos Alemparte Barreda y Asociados, e pela companhia canadense Watt International.

A engenharia estrutural foi desenvolvida pela companhia chilena René Lagos y Asociados Ing. Civiles Ltda. A construção da Gran Torre Santiago começou em 2006 e terminou em 2013,[1] tendo sida interrompida em 2009 devido à crise econômica de 2008-2009.[5] Foi a primeira edificação chilena a possuir elevadores expressos, que podem percorrer 60 metros em 7 segundos.[6]

Construção[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Gran Santiago Torre serves as perfect wayfinder when walking Chile's capital (video)». The Oregonian. 15 de fevereiro de 2014. Consultado em 15 de dezembro de 2014 
  2. «Torre Costanera». The Skyscraper Center 
  3. «Chile property: Pro-business Santiago lures foreign entrepreneurs». Financial Times 
  4. «Santiago's Gran Torre skyscraper viewed with foreboding». South China Morning Post 
  5. Long, Gideon (30 de janeiro de 2009). «South American skyscraper on hold». BBC News. Consultado em 15 de fevereiro de 2012 
  6. Plataforma urbana

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gran Torre Santiago
Ícone de esboço Este artigo sobre arranha-céus é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.