HD1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
HD1
Descoberto por Universidade de Tóquio
Data de descoberta de 2022
Dados observacionais (J2000)
Asc. reta 10h 01m 51.31s
Declinação 02° 32′ 50.0″
Distância 13,5 bilhões de anos-luz (10,2 kpc)
Redshift 13.27
Mapa
Cetus constellation map.png

HD1 é um corpo celeste candidato a galáxia que está a cerca de 13,5 bilhões de anos-luz de distância da Terra.[1] Foi encontrado em 2022 e quebrou o recorde de objeto astronômico mais distante já visto desde então.[2] HD1 tem desvio para o vermelho espectroscópico de z = 13,27, o que corresponde a uma distância adequada de aproximadamente 33,4 bilhões de anos-luz (10,2 bilhões de parsecs).[3] HD1 foi determinado ter surgido cerca de 330 milhões de anos após o Big Bang.[4]

Outra galáxia similar, a HD2, foi determinado ser quase tão distante quanto a HD1.[5]

Hipóteses[editar | editar código-fonte]

HD1 pode estar formando as primeiras estrelas do universo (estrelas da População III). Alternativamente, HD1 pode conter um buraco negro supermassivo com cerca de 100 milhões de vezes a massa do sol.[6]

Referências

  1. Communications, Nadia Whitehead CfA (7 de abril de 2022). «Astronomers have spotted farthest galaxy on record». Harvard Gazette (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2022 
  2. published, Jeanna Bryner (7 de abril de 2022). «Astronomers just discovered the farthest object in the known universe — but what is it?». livescience.com (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2022 
  3. Wenz, John. «Look! Astronomers may have just discovered the most distant galaxy ever». Inverse (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2022 
  4. Overbye, Dennis (7 de abril de 2022). «Astronomers Find What Might Be the Most Distant Galaxy Yet». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 8 de abril de 2022 
  5. Carlisle, Camille M. (7 Abril 2022). «Are These The Most Distant Galaxies Yet Seen? – Two fuzzy red objects in the early universe may be galaxies shining at us from only a few hundred million years after the Big Bang.». Sky & Telescope. Consultado em 7 Abril 2022 
  6. Astrophysics, Harvard-Smithsonian Center for (7 de abril de 2022). «Scientists Have Spotted the Farthest Galaxy Ever – It May Be Home to the Oldest Stars in the Universe». SciTechDaily (em inglês). Consultado em 7 de abril de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.