Hena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaHena
Lawsonia inermis

Lawsonia inermis
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Myrtales
Família: Lythraceae
Género: Lawsonia
Espécie: L. inermis L.

Hena (do árabe حناء) designa tanto uma planta (Lawsonia inermis), como o corante dela extraído.

Este corante é muito usado no Chifre e no Norte de África e no Sul da Ásia, seja para colorir os cabelos de castanho, castanho-avermelhado, vermelho, baio ou laranja (dependendo da cor natural do cabelo), seja para tatuar as mãos e o corpo. Esta tatuagem é temporária e desaparece ao fim de uma semana. Outro uso, são nas sobrancelhas, a tinta é aplicada entre um fio e outro para disfarçar as falhas, seu tempo de duração são de duas semanas, se a pele for oleosa esse processo de desbotamento pode ser mais rápido.

O corante de hena é comercializado pela indústria de cosméticos; no entanto, há produtos com aditivos que, para dar um tom mais escuro ao corante, podem causar problemas de saúde.[1] Não é recomendado que mulheres grávidas e crianças façam aplicação de hena, pois ela é rica em chumbo.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. infarmed "Tatuagens de henna negra" Aviso sobre possíveis problemas, no site da Infarmed, Autoridade Nacional de Medicamentos e Produtos de Saúde de Portugal acessado a 5 de junho de 2009
  2. estilo.uol
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hena
Ícone de esboço Este artigo sobre rosídeas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.