Hermilio Alcalde del Río

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hermilio Alcalde del Río
Nascimento 1866
Villamediana
Morte 1947 (81 anos)
Torrelavega
Cidadania Espanha
Ocupação arqueólogo, político

Hermilio Alcalde del Río (Villamediana, Palência 1866Torrelavega, Cantábria 1947) foi um arqueólogo espanhol.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Alcalde del Río inicia a sua atividade arqueológica em 1902 quando acompanha a Augusto González de Linares a Altamira. Em 1903 começa pela sua conta a localização de grande número de cavidades de Cantábria com arte rupestre como a Caverna de Hornos de la Peña, Caverna de Covalanas, Caverna de La Haza, Caverna de Santián, Caverna de La Clotilde, Caverna de La Meaza e as gravuras rupestres de Caverna de El Pendo.

Também trabalhou no oriente asutriano, onde localiza os conjuntos de pinturas e gravuras de Caverna de El Pindal, Caverna de Mazaculos II, Caverna de El Quintanal, Caverna de La Loja ou a escavação do Castillo de Peña Manil. Junto a Hugo Obermaier e P. Wernert descobre a parte ocidental da Caverna de La Pasiega (galeria C) em 1911. O volume de informação achegado pela pesquisa de Alcalde del Río é importante, publicando sobre as pinturas e gravuras das cavernas pré-históricas de Cantabria, e colaborando em publicações como Les cavernes da région cantabrique (Espagne) em 1911 junto a Henri Breuil e L. Serra. Esta última obra segue sendo hoje um trabalho essencial sobre arte rupestre paleolítica na Região Cantábrica.

Alcalde del Río escavou sítios arqueológicos paleolíticos como a caverna del Valle (Rasines), Hornos de la Peña e El Castillo, trabalhos estes financiados por Alberto I de Mônaco e o Institut de Paléontologie Humaine de Paris.

Alcalde participa na fundação da Real Sociedad de Historia Natural com Lorenzo Sierra e Jesús Carballo.

Quando o estouro da Primeira Guerra Mundial, Alcalde del Río abandoou a atividade arqueológica.