Hidrosadenite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hidrosadenite supurativa grau II em uma axila.

Hidrosadenite Supurativa, Hidradenite Supurativa ou Acne Inversa é uma doença da pele que afeta as áreas das glândulas do suor (Glândula apócrina) e os folículos do cabelo; como as axilas, nádegas, virilhas e sob os peitos nas mulheres. A hidrosadenite é uma doença permanente o que significa que é incurável ou é muito difícil de curar (Crônico = Pode durar a vida toda ou muitos anos).

Vista geral[editar | editar código-fonte]

A doença manifesta-se com conjuntos de abcessos ou de fervuras crônicas, às vezes tão grandes quanto bolas de basebol, que são extremamente dolorosos ao toque e podem persistir por anos com períodos de inflamação, culminando na drenagem, deixando frequentemente as feridas abertas que não fecham. A drenagem fornece algum alivio da dor, dor da pressão, dor do dia a dia. Os abcessos podem ser provocados pelo estresse, por mudanças hormonais (tais como ciclos menstruais nas mulheres), pelo calor úmido e pela fricção da roupa. As lesões persistentes podem conduzir à formação de intervalos dos túneis que conectam os abcessos sob a pele. Neste estágio a cicatrização completa não é geralmente possível, e a progressão da doença na área é inevitável. As ocorrências de infecções bacterianas e de celulite (inflamação profunda do tecido) são prováveis nestes locais. A dor de HS pode ser difícil de controlar. Embora HS seja considerada uma doença rara, a sua taxa de incidência estimada é 1 em 300 pessoas.

Estágios[editar | editar código-fonte]

H.S apresenta-se em três estágios (Classificação de Hurley):

  1. Alguns pequenos locais com inflamação rara; pode ser confundido pelo acne.
  2. As inflamações frequentes restringem o movimento e requerem uma pequena cirurgia.
  3. Inflamação dos locais do tamanho de esferas de golf, ou às vezes baseballs; tornam-se cicatrizes, incluindo intervalos subcutâneos da infecção (veja o fístula). Obviamente, os pacientes neste estágio podem ser incapazes de funcionar.

Causas[editar | editar código-fonte]

Porque esta doença é mal estudada, as causas são controversas e os peritos discordam. Entretanto, os indicadores potenciais incluem:

  • Após a puberdade.
  • As mulheres são mais prováveis do que os homens.
  • Predisposição genética.
  • Glândula apócrina (suor) ou folículo do cabelo obstruídos.
  • Suor em excesso.
  • Infecção bacteriana.
  • Ligado a algumas condições de deficiência auto-imune.
  • Disfunção dos hormônios androgênicos.
  • Doenças genéticas que alteram a estrutura da célula.
  • Falta de Vitamina-D no organismo.

A pesquisa revela atualmente que os povos com H.S têm uma tendência para a obstrução das glândulas apócrinas, que podem então infectarem-se com as bactérias existentes na pele e o excesso do sistema imune reage com a inflamação excessiva. Os tratamentos tentados podem alvejar alguns destes três aspectos de HS.

A Hidrosadenite Supurativa não é contagiosa.

Algumas pessoas com a doença relatam que a Hidradenite possa estar envolvida juntamente com casos de depressão.

Complicações graves[editar | editar código-fonte]

A não descoberta, não diagnóstico, ou não tratamento das fístulas do estágio-3 severo da HS podem conduzir ao desenvolvimento do Carcinoma de Células Escamosas no ânus ou noutras áreas afetadas. Abscessos de H.S podem desenvolver septicemia, a qual em casos graves pode causar morte.

Tratamentos[editar | editar código-fonte]

Os tratamentos podem variar, dependendo da apresentação e da severidade da doença. Devido ao pobre estudo desta doença, da eficácia das drogas e das terapias “apresentadas em baixo”, ainda não está clarificado, e os pacientes devem discutir todas as opções com seu médico ou dermatologista. Segue-se uma lista dos tratamentos que são eficazes para alguns pacientes.

  • Mudanças na dieta.
  • Aqueça compressas, banhos (para induzir a drenagem).
  • Injeções nas lesões de corticosteroides (para reduzir a inflamação).
  • Antibióticos orais (para tratar a inflamação e a infecção bacteriana). A maioria de culturas feitas em lesões de HS voltam negativo para bactérias, assim que os antibióticos devem ser usados somente quando uma infecção bacteriana foi confirmada por um médico.
  • Isotretinoina, uma prescrição oral para o tratamento do acne (os benefícios para HS são muito controversos e muitos não aconselham o tratamento).
  • Extensa excisão local (com ou sem pele para enxerto), ou cirurgia a laser.
  • Radioterapia.
  • Terapia do Antiandrógeno.
  • Injeção subcutânea ou infusão intravenosa de drogas anti-inflamatórias (anti-TNF-alfa). Este uso destas drogas não pôde atualmente ser aprovado em todos os países e é controverso.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]