Holt Ashley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Holt Ashley
Nascimento 10 de janeiro de 1923
São Francisco, Califórnia
Morte 9 de maio de 2006 (83 anos)
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Prêmios Anel Ludwig Prandtl (1987), Medalha Daniel Guggenheim (2003)
Instituições Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Universidade Stanford
Campo(s) Engenharia aeroespacial

Holt Ashley (São Francisco, Califórnia, 10 de janeiro de 19239 de maio de 2006) foi um engenheiro aeronáutico estadunidense, notável por suas pesquisas seminais sobre aeroelasticidade.[1][2][3]

Vida e educação[editar | editar código-fonte]

Ashley estudou no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), onde obteve um grau de Master of Science em engenharia aeronáutica em 1948 e um Ph.D. em 1951, também em engenharia aeronáutica.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

De 1951 a 1954 foi membro da faculdade do MIT.[2] Foi Professor Associado do MIT de 1954 a 1960.[2] Tornou-se Full Professor do MIT em 1960, cargo em que permaneceu até 1967.[2]

Em 1967 trabalhou no Department of Aeronautics and Astronautics da Universidade Stanford, onde foi professor de aeronáutica e astronáutica.[2]

Foi eleito membro da Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos em 1970, "for contributions to the field of aeroelastic structures and unsteady aerodynamics, aiding in the solutions of problems in vibration and gust loading".[1]

Ashley foi presidente do American Institute of Aeronautics and Astronautics (AIAA).[3]

Foi membro dos conselhos consultivos da NASA, do National Advisory Committee for Aeronautics, da Força Aérea dos Estados Unidos e da Marinha dos Estados Unidos.[1]

Morreu em 9 de maio de 2006, aos 83 anos de idade.

Legado[editar | editar código-fonte]

O American Institute of Aeronautics and Astronautics (AIAA) estabeleceu um prêmio em sua memória, enominado Ashley Award for Aeroelasticity.[4]

Prêmios e condecorações[editar | editar código-fonte]

Referências