Homossexualidade em Cabo Verde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Homossexuais, bissexuais e transgéneros cabo-verdianos podem enfrentar desafios legais não experimentados por residentes não-LGBTs. A atividade sexual consentida entre homens e entre mulheres é legal em Cabo Verde, mas os casais do mesmo sexo e famílias chefiadas por casais do mesmo sexo não são reconhecidos para as mesmas proteções legais disponíveis aos casais formados por pessoas de sexos opostos.

Leis a respeito de atos sexuais entre pessoas do mesmo sexo[editar | editar código-fonte]

Desde 2004, atos sexuais entre pessoas do mesmo sexo são legais em Cabo Verde [1]. A idade de consentimento é de dezesseis anos – a mesma destinada à atividade sexual entre pessoas de sexos opostos. A lei precedente criminalizava a homossexualidade. Na primeira vez, o infrator pagava uma multa. Quando o ato repetia, o reincidente enfrentava a prisão[2].

Condições de vida[editar | editar código-fonte]

O relatório de Direitos Humanos do Departamento de Estado dos Estados Unidos concluiu que "as disposições legais permitiram proteção para a conduta homossexual; no entanto, a discriminação social baseada na orientação sexual ou na identidade de género continua a ser um problema. Não há nenhuma organização ativa de lésbicas, gays, bissexuais ou transgéneros no país[3].

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre LGBT é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências