Hugo Meisl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hugo Meisl
Informações pessoais
Data de nasc. 16 de novembro de 1881
Local de nasc. Malechov, Flag of Austria-Hungary (1869-1918).svg Áustria-Hungria
Falecido em 17 de fevereiro de 1937 (55 anos)
Local da morte Viena,  Áustria
Informações profissionais
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
1912-1937 Flag of the Habsburg Monarchy.svg Áustria Áustria 0000155[1]

Hugo Meisl (Malechov, Boêmia, 16 de novembro de 1881Viena, 17 de fevereiro de 1937) foi um futebolista, árbitro e treinador de futebol austríaco.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Nascido na Boêmia (atualmente região da República Tcheca), à época anexada ao Império Austro-Húngaro, Hugo Meisl pertencia a uma família de comerciantes judeus.

Após ir estudar em Viena, ainda na década de 1890 passou a jogar futebol como passatempo secundário no Vienna Cricket and Football Club, onde atuaria até 1905, quando passou a ser árbitro de futebol[2][3]; foi também dirigente esportivo (secretário-geral da Federação Austríaca de Futebol).

Em 1912, tornou-se o técnico da seleção da Áustria, mas teve de interromper sua carreira por um breve período para combater na Primeira Guerra Mundial. Posteriormente, recebeu por isso uma importante condecoração de guerra.

Seleção austríaca[editar | editar código-fonte]

Meisl foi o responsável pela formação da melhor Seleção Austríaca de Futebol de todos os tempos, que ficou conhecida como Wunderteam (“Time Maravilha”)[4] e contava com grandes jogadores, entre eles o lendário atacante Matthias Sindelar.

Apesar de comandar o selecionado desde 1912, foi a partir do final da década de 1920 que seu Wunderteam passaria a obter grande sucesso internacional, embora só conquistasse um título: o da Copa Internacional (na época conhecida como “Copa Dr. Gero”), uma espécie de prévia da Eurocopa, em 1932.

Após uma vitória em Viena sobre a Escócia, em maio de 1931, a seleção austríaca acumulou doze vitórias e um empate, marcando 52 gols; só perderia a invencibilidade diante da Inglaterra, em Londres, quando, mesmo após serem derrotados por 4 a 3, os austríacos deixaram o estádio Stamford Bridge sob os aplausos da torcida. Na Copa do Mundo de 1934, a equipe de Hugo Meisl foi derrotada nas semifinais pela Itália, após um gol irregular e violência excessiva por parte dos italianos. Nas Olimpíadas de 1936, os austríacos foram novamente derrotados pela Azzurra na final e ficaram com a medalha de prata.

Morte[editar | editar código-fonte]

Meisl faleceu em Viena, em 1937, aos 55 anos, vítima de um ataque cardíaco. Sua morte precoce, entretanto, impediu-o de ver seu país anexado pela Alemanha Nazista em 1938 e sua seleção ser desmembrada para se fundir com a do país invasor.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Partidas internacionais de Hugo Meisl» (em inglês). Rsssf.com. Consultado em 19 de dezembro de 2009 
  2. «Hugo Meisl» (em inglês). Worldreferee.com. Consultado em 20 de janeiro de 2010 
  3. «Archive - Hugo Meisl» (em inglês). Thefa.com. Consultado em 20 de janeiro de 2010 
  4. FIFA. «Classic Coaches - Hugo Meisl». Federação Internacional de Futebol (em inglês). Fifa.com. Consultado em 20 de janeiro de 2010 
  • TRIVELA. São Paulo: Trivela Comunicações, 2006-2009, mensal.