Saltar para o conteúdo

Vittorio Pozzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vittorio Pozzo
Informações pessoais
Nome completo Vittorio Pozzo
Data de nasc. 2 de março de 1886
Local de nasc. Turim, Piemonte, Itália
Morto em 21 de dezembro de 1968 (82 anos)
Local da morte Turim, Piemonte, Itália
Informações profissionais
Posição Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1905–1906
1906–1911
Grasshopper
Torino
Times/clubes que treinou
1912
1912–1922
1924–1926
1928
1929–1948
Itália
Torino
Milan
Itália
Itália
Medalhas
Competidor da Itália
Copa do Mundo FIFA
Ouro Itália 1934 Treinador
Ouro França 1938 Treinador
Jogos Olímpicos
Ouro Berlim 1936 Treinador
Copa Internacional da Europa Central
Ouro 1927–30 Treinador
Prata 1931–32 Treinador
Ouro 1933–35 Treinador

Vittorio Pozzo (Turim, 2 de março de 1886Turim, 21 de dezembro de 1968) foi um técnico de futebol italiano. Pozzo tornou-se jornalista do La Stampa depois de se aposentar da gestão de futebol, retomando a carreira em que trabalhou antes de seu sucesso como técnico da Itália. Ele fez reportagens sobre a Copa do Mundo FIFA de 1950 como parte de seu trabalho na cobertura dos jogos da seleção italiana.[1]

Foi futebolista do Grasshopper e Torino antes de se tornar treinador. Talvez o mais vitorioso técnico europeu nos anos 30, comandou a Seleção Italiana entre 1929 e 1948, já tendo assumido a equipe olímpica em 1912. Com Pozzo, a Squadra Azzurra passou a integrar mais freqüentemente os chamados oriundi, filhos de emigrantes italianos pelo mundo, como os argentinos Luis Monti, Raimundo Orsi e Enrique Guaita, o uruguaio Miguel Andreolo e o brasileiro Anfilogino Guarisi.

Pozzo comandou a Itália em 95 jogos, ganhando 63 deles e faturando as Copas do Mundo de 1934 e 1938, além das Olimpíadas de 1936 - até hoje, é o único técnico bicampeão em Copas e o único que ganhou Copa e Olimpíada dirigindo seleções de futebol. Na Itália treinou apenas o Torino e o Milan.

Sua reputação ficou arranhada, especialmente entre os jovens italianos, após a Segunda Guerra Mundial por suas idéias de direita, embora não tivesse uma ligação clara com o Partido Fascista. A proposta de seu nome batizar o estádio de sua cidade natal, Turim, construído para a Copa do Mundo de 1990, foi recusada e o campo recebeu o nome de Delle Alpi. Pozzo morrera no final de 1968, aos 82 anos.

Seleção Italiana

[editar | editar código-fonte]

Prêmios Individuais

[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. MUSEO VITTORIO POZZO: BIOGRAFIA (em Italiano) - museovittoriopozzo.it
  2. Jamie Rainbow (4 de julho de 2013). «The Greatest Manager of all time». World Soccer 
  3. Jamie Rainbow (2 de julho de 2013). «The Greatest XI: how the panel voted». World Soccer 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) treinador(a) de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.