Ugo Locatelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ugo Locatelli
campeão olímpico
O treinador Vittorio Pozzo com a taça Jules Rimet, rodeado por seus jogadores após a final da Copa do Mundo FIFA de 1938. Locatelli é o primeiro jogador agachado, da esquerda para a direita.
Futebol
Nascimento 5 de dezembro de 1916
Toscolano
Nacionalidade Itália italiano
Falecimento 28 de março de 1993 (76 anos)
Turim
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Berlim 1936 Equipe
Copa do Mundo FIFA
Ouro França 1938 Equipe
A Juventus na temporada 1942-43. Locatelli é o último jogador em pé, da esquerda para a direita.

Ugo Locatelli (Toscolano Maderno, 5 de fevereiro de 1916 - Turim, 28 de maio de 1993) foi um futebolista italiano titular da seleção de seu país campeã na Copa do Mundo FIFA de 1938, sendo o mais jovem dos titulares. Jogava no meio-campo.[1] Locatelli já havia obtido dois anos antes a medalha de ouro no futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1936, conquista que o credenciou à seleção principal.[2] Por conta dessas conquistas, ele faz parte de uma seleta lista de futebolistas que foram Campeões Olímpicos e também da Copa do Mundo.[3][4]

A nível de clubes, foi duas vezes campeão italiano pela Internazionale, então chamada Ambrosiana. Foi um dos três jogadores da equipe presentes entre os titulares da Itália na Copa de 1938, e o primeiro desses títulos italianos fez o time ultrapassar o rival Milan em número de conquistas na competição; e passou oito anos na Juventus, na década de 1940.[1] Na época, não existia entre as duas equipes a rivalidade Derby D'Italia, que só se formou na década de 1960.[5]

Carreira clubística[editar | editar código-fonte]

Locatelli começou a carreira no Brescia.[1] Em 1936, foi contratado pela Internazionale (então chamada Ambrosiana),[1] após a temporada 1935-36, na qual defendera o Brescia.[6] Já como jogador da Inter, disputou o futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1936, em agosto.[7]

Pelo time de Milão, Locatelli foi duas vezes campeão do campeonato italiano. O primeiro veio imediatamente antes da Copa do Mundo FIFA de 1938, na temporada 1937-38,[1] na qual atuou em todas as trinta rodadas.[8] Foi o primeiro título italiano do clube em oito anos e o quarto no geral; foi a conquista que fez os nerazzurri superarem o rival Milan, então três vezes campeão. Ainda estavam abaixo dos nove do Genoa, dos sete de Juventus e Pro Vercelli e se igualavam aos quatro do Bologna, clube com o qual a Inter alternou-se nas conquistas entre 1936 e 1941.[9]

Na temporada seguinte, a de 1938-39, a Ambrosiana-Inter venceu, pela primeira vez, a Copa da Itália. Foi a única conquista interista nessa competição até 1978.[10] Na temporada subsequente, a de 1939-40, Locatelli venceu pela segunda vez a Serie A, com a Inter voltando a igualar-se em títulos (cinco) ao Bologna, campeão italiano de 1938-39.[9] Locatelli ausentou-se de apenas uma partida, jogando 29 das 30 rodadas da campanha campeã.[11] A Inter só voltou a vencer o torneio em 1953.[9]

Locatelli transferiu-se à Juventus em 1941.[1] Na época, Juve e Inter ainda não faziam o Derby D'Italia, rivalidade só fomentada na década de 1960.[5] Em sua primeira temporada, a de 1941-42, Locatelli venceu a Copa da Itália. Foi a segunda conquista alvinegra nessa competição e serviu para fazê-la ultrapassar o rival Torino em número de títulos nesse torneio.[10] A Juventus, todavia, não obteve nenhum título italiano entre 1935 e 1950. A década de 1940 foi marcada pela interrupção ocasionada pela Segunda Guerra Mundial e pelo domínio do Grande Torino, com o rival obtendo um pentacampeonato seguido na Serie A.[9]

Locatelli parou de jogar em 1949, após um exame médico detectar uma anomalia cardíaca que lhe impediria de manter a carreira,[1] não chegando a participar da temporada 1949-50, justamente quando a Juventus voltou a ser campeã.[12]

Seleção[editar | editar código-fonte]

Locatelli estreou pela seleção italiana já nas Olimpíadas de 1936, em 3 de agosto daquele ano, na vitória por 1-0 sobre os Estados Unidos em Berlim.[13] A Azzurra obteve o ouro e Locatelli foi integrado à seleção principal, assim como a dupla de zaga formada por Alfredo Foni e Pietro Rava;[2] a seleção rejuvenesceu-se e foi bastante alterada em relação ao elenco campeão da Copa do Mundo FIFA de 1934, dali mantendo-se de titulares somente Giuseppe Meazza e Giovanni Ferrari. Era considerada ainda melhor que a de 1934.[14]

Junto dos próprios Meazza e Ferrari, Locatelli foi um dos três jogadores da Ambrosiana-Inter titulares da Itália na Copa do Mundo FIFA de 1938, para a qual ele foi logo após ter sido campeão italiano de 1937-38.[1] Havia sido a conquista que fez a Inter ultrapassar o rival Milan na Serie A.[9] Locatelli esteve em todas as partidas, permanecendo mesmo após uma estreia considerada decepcionante contra os noruegueses, com ele e todo o setor da retaguarda tendo grande desempenho sobretudo na meia hora da final, em que a Hungria esteve na maior parte do tempo perdendo por apenas 3-2 até Silvio Piola encerrar o placar em 4-2.[15]

Após a Copa, Locatelli jogou outras onze vezes pela Azzurra, todas até 1940. A última foi em 1 de dezembro de 1940, em reencontro com a Hungria em Gênova, em empate em 1-1.[13] Depois daquela partida, a seleção só outras duas vezes, ambas em 1942, até ser retomada em novembro de 1945,[16] em consequência da Segunda Guerra Mundial - conflito que também impediu que Locatelli eventualmente disputasse as hipotéticas Copas do Mundo de 1942 e 1946, para as quais a Itália era uma das seleções mais capacitadas a ganhar.[17]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internazionale[editar | editar código-fonte]

Juventus[editar | editar código-fonte]

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h GEHRINGER, Max (novembro de 2005). Os campeões. Placar: A Saga da Jules Rimet, fascículo 3 - 1938 França. Editora Abril, pp. 42-43
  2. a b DINIZ, Guilherme (abril de 2013). «Times históricos: Itália 1934-1938». Calciopédia. Consultado em 2 de março de 2018. 
  3. olympstats.com/ Olympic Footballers – Gold Medalists and World Cup Champions
  4. theguardian.com/ Has any player ever won the Euro, World Cup and Olympics treble?
  5. a b OLIVEIRA, Nelson (30 de março de 2013). «Dérbis: Inter x Juventus». Calciopédia. Consultado em 2 de março de 2018. 
  6. MARIANI, Maurizio (23 de outubro de 2002). «Italy 1935/36». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  7. MARIANI, Maurizio (21 de abril de 2011). «Italy - International Matches 1930-1939». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  8. MARIANI, Maurizio (23 de outubro de 2003). «Italy 1937/38». RSSSF. Consultado em 23 de fevereiro de 2018. 
  9. a b c d e KARPATI, Tamas; KRAMARSIC, Igor (31 de agosto de 2017). «Italy - List of Champions». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  10. a b KRAMARSIC, Igor; DI MAGGIO, Roberto (8 de junho de 2017). «Italy - List of Cup Finals». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  11. MARIANI, Maurizio (4 de janeiro de 2000). «Italy 1939/40». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  12. MARIANI, Maurizio (12 de maio de 1999). «Italy 1949/50». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  13. a b DI MAGGIO, Roberto (7 de dezembro de 2002). «Ugo Locatelli - International Matches». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  14. GEHRINGER, Max. Ainda melhor que em 1934 (nov. 2005). Placar Especial "A Saga da Jules Rimet fascículo 3 - 1938 França". São Paulo: Editora Abril, p. 40
  15. CASTRO, Robert (2014). Capítulo IV - Francia 1938. Historia de los Mundiales. Montevidéu: Editorial Fín de Siglo, pp. 56-78
  16. MARIANI, Maurizio (21 de abril de 2011). «Italy - International Matches 1940-1949». RSSSF. Consultado em 2 de março de 2018. 
  17. DE ESCUDEIRO, Leonardo (15 de agosto de 2014). «Grande Torino e Máquina do River não tiveram duelo que definiria o melhor do mundo». Trivela. Consultado em 2 de março de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]