Igreja Siríaca Ortodoxa no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.

Igreja Siríaca Ortodoxa de Antioquia no Brasil ou Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia no Brasil é uma parte da Igreja Ortodoxa Síria no Brasil. Esta Igreja oriental autodenomina-se como ortodoxa Miafisita, ou pré-calcedoniana, que é caracterizada pela herança cultural e étnica dos arameus.

No Brasil foi iniciada com a chegada de imigrantes sírios, em 1904, e em 1949 foi fundada a Sociedade Beneficente Siro-Ortodoxa de São Paulo.

Em 1959 a igreja recebeu o raban Moussa Matanos Salama, que mais tarde foi sagrado bispo. Mas na década de 1980, a igreja adotou (por iniciativa particular do então Mor Crisóstomos Moussa Matanos Salama) uma postura nacionalizante, que gerou a formação da Igreja Católica Ortodoxa Siriana do Brasil, uma vertente missionária da Igreja Ortodoxa Síria voltada para brasileiros sem ascendência síria (ou oriental como um todo).

Atualmente incorporou posturas e práticas heterodoxas fundindo práticas e devoções do Catolicismo Romano Popular (novenas, promessas, etc) ao neopentecostalismo ( exorcismos, visões, revelacões particulares, profecias, etc.). Encontra-se organizada sob o Vicariato Patriarcal do Brasil. Possui a Catedral Sirian Ortodoxa de São Jorge em Campo Grande e paróquias em São Paulo e Belo Horizonte, totalizando várias comunidades no Brasil, todas mantendo o culto sincrético.

  • O atual Delegado Patriarcal da Igreja Sirian (Siríaca) Ortodoxa de Antioquia no Brasil é Sua Eminência Mor Titos Paulo Tuza, que é também arcebispo (metropolita) da diocese (eparquia) sirian ortodoxa do Distrito Federal, cargo que assumiu após a morte de S.E. Mor Leolino Gomes Neto. Sua Eminência Mor José Faustino Filho é arcebispo (metropolita) das diocese (eparquia) sirian ortodoxa de Goiás, Tocantins e Pará, e sua cátedra fica na Catedral Sirian Ortodoxa de São Miguel Arcanjo, em Aparecida de Goiânia - GO. Os dois arcebispos (metropolitas) formam o "Governo Central", que coordena todas as demais comunidades que estão fora do território das dioceses (eparquias) anteriormente citadas.

O documento que oficializa essa nomeação é a Bula Patriarcal número 300 - E, pode ser conferida no CONIC (Conselho das Igrejas Cristãs no Brasil) do qual, a Igreja Siriaca Ortodoxa no Brasil é membro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]