Il brigante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Il brigante
O Brigão (PRT)
 Itália
1961 •  P&B •  143 min 
Realização Renato Castellani
Argumento Renato Castellani
Elenco Francesco Seminario
Adelmo Di Fraia
Anna Filippini
Mario Ierard
Serena Vergano
Género drama
Companhia(s) produtora(s) Cineriz
Rizzoli Film
Idioma italiano
Página no IMDb (em inglês)

Il Brigante (em Portugal, O Brigão) é um filme italiano de 1961, dirigido por Renato Castellani (a partir de um romance de Giuseppe Berto, por sua vez inspirado em acontecimentos verídicos na Calábria), e com a participação de Francesco Seminario, Adelmo Di Fraia, Anna Filippini, Serena Vergano e Mario Ierard.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A história do filme decorre por altura da II Guerra Mundial, numa aldeia do sul de Itália. O protagonista, Michele Rende (Adelmo Di Fraia) é acusado injustamente de um assassínio e acaba por fugir. Com a libertação de Itália pelos aliados, regressa e encabeça a luta dos camponeses da aldeia pela distribuição das terras dos grandes proprietários. Entretanto envolve-se com Miliella (Serena Vergano), cujo irmão mais novo Nino Stigliano (Francesco Seminario) é um admirador entusiasta de Rende.[2]

Produção[editar | editar código-fonte]

Muitos dos atores do filme não eram famosos - Adelmo Di Fraia, por exemplo, que desempenhava o papel de Michel Rende, era pescador.[3] A versão original do filme, exibida no Festival de Veneza tinha 180 minutos, mas a versão que depois foi distribuída no circuito comercial foi reduzida a 143 minutos (o corte de meia hora foi distribuído pelas várias cenas do filme, cortanto alguns minutos a cada uma, de forma que nenhuma passagem da narrativa foi suprimida). Apenas uma cópia na ASAC (Arquivos Históricos de Arte Contemporânea) terá restado da versão completa.[1]

Prémios[editar | editar código-fonte]

- 1961: Festival de Veneza - Renato Castellani (Prémio FIPRESCI)[4]

Referências

  1. a b Morreale, Emiliano. «Il Brigante». Festival Il Cinema Ritrovato (em italiano). Consultado em 22 de outubro de 2018 
  2. «Il brigante (1961)». Archivio del Cinema Italiano (em italiano). Consultado em 22 de outubro de 2018 
  3. Fallaci, Oriana (2017). L'Italia della dolce vita (em italiano). [S.l.]: Rizzoli. p. 186. ISBN 978-88-58-68908-0 
  4. «22nd Venice International Film Festival». FIPRESCI - the International Federation of Film Critics (em inglês). Consultado em 22 de outubro de 2010