Ilhas SSS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: "SSS" redireciona para este artigo. Para a escola naval sueca, veja Escola Prática de Combate Naval.
A localização das ilhas SSS no Caribe, de cima para baixo São Martinho, Saba e São Martinho.

As ilhas SSS é um acrônimo que se refere a três territórios insulares nas Pequenas Antilhas que estão sob soberania neerlandesa (holandesa):

  1. Saba
  2. São Martinho
  3. Santo Eustáquio

São Martinho é um país constituinte do Reino dos Países Baixos e é a metade sul da ilha de São Martinho (a metade norte é a coletividade francesa de São Martinho). As ilhas de Saba e Santo Eustáquio são municípios especiais dos Países Baixos.[1]

A sigla é análogo às ilhas ABC,[2] que consiste em Aruba, Bonaire e Curaçao, e as ilhas BES, que consiste em Bonaire, Santo Eustáquio e Saba, ambos os quais também fazem parte do Reino dos Países Baixos. Todos os seis territórios insulares faziam parte das Antilhas Neerlandesas.

História[editar | editar código-fonte]

A ilha de São Martinho foi dividida entre Países Baixos e França, em 1648. A parte neerlandesa tornou-se uma única colônia neerlandesa em 1818 como Santo Eustáquio e Dependências, quando a França devolver suas posses após as guerras napoleônicas. Esta colônia foi fundida com as colônias Curaçao e Dependências (as ilhas ABC) e Suriname, com a capital em Paramaribo. Quando esta fusão foi parcialmente revertida em 1845, a parte neerlandesa das ilhas SSS tornou-se parte de Curaçao e Dependências com Willemstad como capital. Esta colônia tornou-se as Antilhas Neerlandesas em 1952. A parte neerlandesa das ilhas SSS inicialmente formando a single "área da ilha" (em neerlandês: eilandgebied, a principal divisão administrativa das Antilhas Neerlandesas, governado por um Conselho de Ilha) as ilhas Leeward (em neerlandês: de Bovenwindse eilanden) até 1983.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Antilhas Holandesas são dissolvidas; dois novos países criados». Yahoo! Notícias. Consultado em 15 de fevereiro de 2015. 
  2. Miller, Debra (2005). Caribbean Islands (Lonely Planet) 4th ed. [S.l.]: Lonely Planet. p. 723. ISBN 978-1-74104-055-5