Iolanda de Dreux, Duquesa da Borgonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Iolanda de Dreux
Duquesa da Borgonha
Reinado 1229-1248
Antecessor(a) Alice de Vergy
Sucessor(a) Beatriz de Navarra
 
Cônjuge Hugo IV, Duque da Borgonha
Descendência Eudo da Borgonha, Conde de Nevers
João de Borgonha, Conde de Charolais;
Adelaide, duquesa de Brabante;
Margarida de Mont-St-Jean;
Roberto II, Duque da Borgonha
Casa Dreux (por nascimento)
Borgonha (por casamento)
Nome completo
Yolande de Dreux
Nascimento 1212
Morte 1248 (36 anos)
Pai Roberto III de Dreux
Mãe Aénor, Senhora de Saint-Valery
Brasão

Iolanda de Dreux, (em francês: Yolande de Dreux; c. 1212/1213 - 1248), é a filha de Roberto III, conde de Dreux, e de Aénor, Senhora de Saint-Valery. Esta nobre francesa pertencia à Casa de Dreux, ramo cadete da Dinastia capetiana. Por casamento, veio a ser duquesa de Borgonha.

Em 1229, ela casa com Hugo IV, duque da Borgonha.

Deste casamento nasceram:

  1. Eudo (Eudes) (1230-1269), conde de Nevers, Auxerre e Tonnerre;
  2. João (Jean) (1231-1267), senhor de Bourbon e conde de Charolles, casou com Inês de Dampierre;
  3. Adelaide (Adelaïde) também conhecida por Alice de Brabante (1233-1273), casada em 1251 com Henrique III de Brabante, duque de Brabante;
  4. Margarida (Marguerite) (m. 1277) casada em 1239 com Guilherme III de Mont-St-Jean, e em 1259 com Gui VI Limoges, visconde de Limoges;
  5. Roberto II (Robert II) (1248-1306), seu sucessor no ducado e casado com princesa Inês de França, filha do rei Luís IX de França e de Margarida da Provença.

Iolanda morreu a 30 de outubro de 1248, durante a estadia do meu marido, o duque da Borgonha, na Terra Santa[1] sendo sepultada na Abadia de Cîteaux[2].

Ao enviuvar, Hugo IV volta a casar, desta vez com Beatriz, filha de Teobaldo I, rei de Navarre e conde de Champanhe.

Iolanda de Dreux, Duquesa da Borgonha
Nascimento: 1212 Morte: 1248
Precedido por
Alice de Vergy
Duquesa da Borgonha
1218–1248
Sucedido por
Beatriz de Navarra


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ernest Petit, Histoire des ducs de Bourgogne de la race capétienne, Darantière, Dijon, 1894, Tomo V, pág. 46-47. onmline
  2. Patrick Van Kerrebrouck, Nouvelle histoire généalogique de l'auguste Maison de France, Volume 2 : Les Capétiens: 987-1328, 2000, ISBN 9782950150943, pág. 314.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • (em inglês) Michael Lower, The Barons' Crusade: A Called to Arms and Its Consequences, University of Pennsylvania Press, 2005, pág. 97;
  • (em francês) Michelle Bubenicek, Quand les femmes gouvernent: droit et politique au XIVe siècle:Yolande de Flandre, Droit et politique au XIV siecle, Ecole des Chartes, 2002, Pág. 54.