Ivo Josipović

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ivo Josipović
Presidente da Croácia
Período 18 de fevereiro de 2010
a 18 de fevereiro de 2015
Antecessor(a) Stjepan Mesić
Sucessor(a) Kolinda Grabar-Kitarović
Dados pessoais
Nascimento 28 de agosto de 1957 (65 anos)
Zagreb, Croácia
Primeira-dama Tatjana Josipović
Partido Partido Social-Democrata (SDP)
Profissão político

Ivo Josipović (Zagreb, 28 de agosto de 1957) é um político, professor universitário, músico e compositor croata.[1] Filiado ao Partido Social-Democrata (SDP), foi Presidente da Croácia de 2010 até 2015.[2][3][4]

Vida[editar | editar código-fonte]

Josipović entrou na política como membro da Liga dos Comunistas da Iugoslávia (SKJ) e desempenhou um papel fundamental na transformação democrática da Liga dos Comunistas da Croácia (SKH) no Partido Social Democrata (SDP) como autor do primeiro estatuto. Ele deixou a política em 1994, mas voltou em 2003, ganhando uma cadeira no Parlamento croata concorrendo como candidato independente na lista do partido SDP.[5][6] Ele foi reeleito para o parlamento como membro do SDP em 2007. Além da política, Josipović também trabalhou como professor universitário, especialista jurídico, músico e compositor.

Após o fim de seu primeiro mandato no Parlamento em janeiro de 2008, ele concorreu nas eleições presidenciais de 2009-2010 como o candidato dos social-democratas, que ele voltou a aderir em janeiro de 2008. No primeiro turno, ele superou onze rivais com 32,4% de a votação e entrou no segundo turno com o candidato populista conservador independente e prefeito de Zagreb, Milan Bandić, que garantiu 14,8%. Ele venceu a eleição com 60,26% dos votos no segundo turno da eleição.

Sua campanha foi intitulada "Nova pravednost" (Nova Justiça), apelando a um novo quadro jurídico para lidar com a injustiça social profunda, a corrupção e o crime organizado. Isso incluiu a proteção dos direitos individuais e a promoção de valores fundamentais como igualdade, direitos humanos, direitos LGBT, justiça, diligência, empatia social e criatividade.[7] Josipović foi inaugurado em 18 de fevereiro de 2010, na Praça de São Marcos em Zagreb . Seu mandato começou oficialmente à meia-noite de 19 de fevereiro.[8]

Josipović buscou a reeleição na eleição presidencial de 2014-15 realizada em 28 de dezembro de 2014. Ele ganhou 38,46% dos votos no primeiro turno, terminando à frente do candidato conservador do HDZ, Kolinda Grabar-Kitarović. Eles entraram em um segundo turno, que ocorreu em 11 de janeiro de 2015 e que Josipović acabou perdendo por uma pequena margem de cerca de 32 500 votos, ganhando 49,3% dos votos contra 50,7% de Grabar-Kitarović. Ele é o primeiro presidente da Croácia a não ser reeleito para um segundo mandato.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Radosavljević, Zoran (28 de dezembro de 2014). «No outright winner in Croatia's presidential vote, run-off on Jan 11». Reuters. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  2. «Josipović: Hvala na čestitkama! Strpimo se još malo», Jutarnji list (em croata), 11 de fevereiro de 2010 
  3. «Ivo Josipović treći hrvatski predsjednik», Croatian Radiotelevision, hrt.hr (em croata), 11 de janeiro de 2010 
  4. «Social Democrat Ivo Josipović elected Croatia president». BBC News. 11 de janeiro de 2010. Consultado em 18 de fevereiro de 2010 
  5. «Zastupnici 5. saziva Hrvatskoga sabora» (em croata). Sabor.hr. Consultado em 19 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 19 de fevereiro de 2015 
  6. «Zastupnici 6. saziva Hrvatskoga sabora» (em croata). Sabor.hr. Consultado em 19 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 12 de julho de 2010 
  7. «New Justice» (PDF). Ivo Josipović Main campaign page. Cópia arquivada (PDF) em 11 de novembro de 2011 
  8. Hina (11 de janeiro de 2015). «Kolinda Grabar-Kitarović na predsjedničku dužnost stupa 19. veljače» (em croata). Index.hr. Consultado em 18 de fevereiro de 2015 


Precedido por
Stjepan Mesić
Presidente da Croácia
2010 - 2015
Sucedido por
Kolinda Grabar-Kitarović

Ligações externas[editar | editar código-fonte]