Ivo Nesralla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ivo Nesralla
O Secretário Estadual da Saúde, Ciro Simoni, o Diretor do Instituto de Cardiologia, Ivo Nesralla, o Secretário Adjunto Municipal de Saúde, Jorge Cuty, e o Presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Thiago Duarte, na inauguração da nova UTI do Instituto de Cardiologia em 2013.
Nascimento 18 de agosto de 1938
Porto Alegre
Morte 16 de dezembro de 2020

Ivo Abrahão Nesralla (Porto Alegre, 18 de agosto de 1938 — 16 de dezembro de 2020) foi um médico e professor brasileiro, com uma atuação pioneira na cardiologia do estado do Rio Grande do Sul e do Brasil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Médico formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1962, durante o curso integrou a primeira equipe de cirurgia torácica e cardiovascular e depois de formado foi o primeiro médico residente do Serviço de Cirurgia Torácica e Cardiovascular da universidade. Também fez residência no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia de São Paulo, sendo aluno de Adib Jatene, e em várias universidades norte-americanas. Voltando a Porto Alegre, em 1966 participou da criação da Fundação Universitária de Cardiologia (FUC), assumiu a chefia do Serviço de Cirurgia Cardiovascular do Departamento de Cirurgia da UFRGS, idealizou e organizou o Serviço de Cirurgia Cardiovascular do Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul (IC-FUC), do qual foi presidente, e organizou o primeiro Serviço de Cirurgia Cardíaca do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.[1][2]

Em 1970 fez a primeira operação de ponte de safena no estado do Rio Grande do Sul e uma das primeiras do país, em 1973 empregou pela primeira vez no Brasil a técnica da hipotermia profunda para cirurgias cardíacas, realizou o primeiro transplante cardíaco no estado em 1984, em 1999 implantou o primeiro coração artificial na América Latina, e em 2000 fez a primeira cirurgia com uso da técnica robótica na América Latina.[1][2] Realizou mais de 45 mil cirurgias do coração e dos grandes vasos, e mais de cem transplantes cardíacos.[1]

Foi presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular de 1985 a 1987, da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos de 1989 a 1990, e da Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina em 1997,[1] diretor do Jornal Brasileiro de Transplantes em 1989-1990,[3] foi membro da Academia Nacional de Medicina e do seu Conselho Editorial, professor titular de Cirurgia do Departamento de Cirurgia Cardiovascular da UFRGS, e tem grande bibliografia científica publicada.[4]

Também desempenhou por muitos anos intensa atividade cultural. Foi Sócio Benemérito da Associação dos Amigos do Museu de Arte do Rio Grande do Sul,[1] presidiu a 2ª e 3ª edições da Bienal de Artes Visuais do Mercosul, e presidiu a Fundação Orquestra Sinfônica de Porto Alegre de 1983 a 1991 e de 2003 até 2018.[2][4]

Em 1991 recebeu o título de Cidadão Emérito de Porto Alegre,[4] em 1998 o Instituto de Cardiologia foi homenageado no Grande Expediente da Assembleia Legislativa e Nesralla foi repetidamente elogiado por parlamentares e médicos presentes à cerimônia.[5] Em 2001 recebeu a Medalha Cidade de Porto Alegre[1] e a Ordem do Mérito Cultural do Brasil, em 2015 foi agraciado com a Medalha do Mérito Farroupilha, a maior distinção conferida pela Assembleia Legislativa,[6] e em 2016 foi destacado com o Prêmio Academia da Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina como "o melhor médico do Rio Grande do Sul no ano de 2016, lembrando sua trajetória de homem generoso, dedicado não só à Medicina, mas também à OSPA e a outras obras de importância social".[7]

Foi sepultado no Cemitério da Santa Casa de Misericórdia.[8]

Referências

  1. a b c d e f Academia Nacional de Medicina. Ivo Abrahão Nesralla (Cadeira No. 32).
  2. a b c Ely, Eduardo Bins. "As emoções que vêm do coração". Jornal do Comércio, 05/09/2014
  3. "Expediente". JBT - Jornal Brasileiro de Transplantes, 2017;20 (3)
  4. a b c Amaral, Cristiane Vianna. "Ivo Nesralla recebe Medalha do Mérito Farroupilha do presidente da Assembleia". Agência de Notícias da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, 28/01/2015
  5. Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. 35ª Sessão Ordinária, realizada em 20 de maio de 1998.
  6. "Cardiologista Ivo Nesralla recebe Medalha do Mérito Farroupilha". Zero Hora, 27/01/2015
  7. Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina. "Professor Ivo Nesralla recebe Prêmio Academia 2016".
  8. Corpo do cardiologista Ivo Nesralla é sepultado em Porto Alegre