JC online

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de JC Online)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O JC OnLine é o portal do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação.[1] Nasceu em 8 de março de 1997.

Atuação[editar | editar código-fonte]

O portal reúne os sites do SJCC (Jornal do Commercio, TV Jornal e Rádio Jornal), além de uma farta gama de especiais produzidos pela equipe do portal, blogs e colunas exclusivas, quase 30 parceiros, a agência fotográfica JC Imagem e muitas notícias distribuídas em seus canais: Cidadania, Cotidiano, Cultura, Educação, Tecnologia, Torcida Virtual e Turismo. Um conteúdo que, no início de 2007, somava quase 355 mil textos, 7 mil áudios e mais de 6 mil vídeos e 24 mil infográficos.

Com muitos serviços e recursos, o JC OnLine tem a interatividade e a multimídia como marca constante. E, para veicular este volume de informação, multimídia e serviços, o portal trabalha quase 24 horas todos os dias da semana. A equipe é composta por jornalistas e webdesigners.

História[editar | editar código-fonte]

Primeiro site de notícias de Pernambuco, o JC OnLine teve a semente plantada já em 1994, quando estreou na internet uma espécie de boletim eletrônico em gopher com as principais manchetes que sairiam na edição seguinte do JC.

Dois anos depois, o JC chegou à web - com imagens, links e layout próprio para os navegadores. Nesta época, foi acertada a parceria com o Universo Online (UOL). Ao longo dos anos, o JC OnLine ganhou novos serviços, lançou produtos e se tornou, oficialmente, portal em 20 de fevereiro de 2002.

Em 2011, surgia o portal NE10 fazendo jus a sua abrangência regional, com isso o JC OnLine passou a ser o site do Jornal do Commercio com a atualização das notícias em tempo real e a edição digital do mesmo, não mais sendo apenas a transcrição da edição impressa.

Pioneirismo[editar | editar código-fonte]

Outras mostras de pioneirismo foram dadas pela Rádio Jornal, a primeira emissora da América Latina a estar com sinal 24 horas na internet; a TV Jornal, a primeira do Estado também a transmitir a sua programação em tempo real; o Classificados JC, o único de Pernambuco a estar integralmente na web; e o JC Kids, único site infantil dos portais pernambucanos.[carece de fontes?]

As inovações e pioneirismo são muitos - o site Vestibular 2007, por exemplo, trouxe podcast com aulas virtuais, permitindo ao fera estudar onde e quando quisesse. O portal também aposta na internet participativa, como a página Linkteratura, que reúne produções literárias dos internautas.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Em constante evolução ao longo destes anos, o JC OnLine conquistou milhares de internautas. A audiência, em maio de 1997, foi de 61.025.439 páginas vistas/mês e 3.878.083 visitantes únicos/mês.[carece de fontes?]

Desde 2001, quando passou a participar de prêmios de jornalismo no País, até hoje, assegurou 14 premiações nacionais e uma internacional, além de ter sido finalista em mais 11.[carece de fontes?]

Em 2007, o especial Educação sem fronteiras conquistou os prêmios principal e de webjornalismo do Senai e foi finalista do prêmio internacional Nuevo Periodismo.[carece de fontes?]

O especial Longe da Casinha de Boneca ganhou o Nuevo Periodismo, o Prêmio Cristina Tavares, é finalista do Prêmio Caixa e, em 2006, ganhou o Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.[carece de fontes?]

Um dos trunfos do JC OnLine para garantir o reconhecimento público é apostar na convergência de mídias tanto na produção de reportagens especiais quanto de hardnews. Além das matérias, o internauta tem acesso a recursos multimídia – através de vídeos, áudios, hipertextos, infográficos e galerias de imagens - e de interatividade, como mural, enquete e chat.

Prêmio Vladimir Herzog
Menção Honrosa do Prêmio Vladimir Herzog por Multimídia
Ano Obra Veículo de mídia Autor Resultado
2019 "Segunda chance" JC Online – Recife/PE Maryna Moraes, PH Correia, Leonardo Vasconcelos, Felipe Ribeiro, Guilherme Castro, Eduardo Mafra, Danilo Souto Maior Venceu[2]

Referências

  1. «Trabalho publicitários em Pernambuco começa nesta segunda-feira». JC Online. Consultado em 6 de julho de 2015 
  2. Carolina Vilaverde (11 de outubro de 2019). «Comissão Organizadora do Prêmio Vladimir Herzog divulga vencedores da 41ª edição». Vladimir Herzog. Consultado em 28 de março de 2020. Cópia arquivada em 28 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]