James Earl Ray

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
James Earl Ray
Nome James Earl Ray
Data de nascimento 10 de março de 1928
Local de nascimento Alton, Illinois,
 Estados Unidos
Data de morte 23 de abril de 1998 (70 anos)
Local de morte Nashville, Tennessee,
 Estados Unidos
Nacionalidade(s) norte-americano
Crime(s) Assassinato de Martin Luther King Jr., fuga
Pena 100 anos de detenção.
Situação Morto

James Earl Ray (Alton, 10 de março de 1928Nashville, 23 de abril de 1998) foi um norte-americano condenado pelo assassínio do activista Martin Luther King Jr. James acreditava que Martin era um traidor, e que movia as pessoas em suas marchas para parar e enfraquecer o país políticamente e economicamente. James já havia cometido atos racistas antes do assassinato.[1]

Faleceu em 23 de abril de 1998, devido a problemas de hepatite C e insuficiência hepática. Seu corpo foi cremado e suas cinzas enterradas na Irlanda.[2]

Início de vida e educação[editar | editar código-fonte]

Ray nasceu em uma família pobre em 10 de março de 1928, em Alton, Illinois, filho de Lucille (nome de solteira: Maher) e George Ellis Ray. Ele tinha ascendência irlandesa e uma educação católica.[3]

Em fevereiro de 1935, o pai de Ray, conhecido pelo apelido Speedy, passou um cheque sem fundo em Alton, Illinois, e depois mudaram-se para Ewing, Missouri, onde a família teve que mudar seu nome para Raynes para evitar problemas com a lei.[4] Ray largou a escola aos quinze anos. Ele entrou para o Exército dos Estados Unidos no final da Segunda Guerra Mundial e serviu na Alemanha, embora tivesse dificuldade em se adaptar a vida militar.[5]

Referências

  1. Huie, William Bradford (1997). He Slew the Dreamer: My Search for the Truth About James Earl Ray and the Murder of Martin Luther King. Montgomery: Black Belt Press. ISBN 978-1-57966-005-5.
  2. James Earl Ray (em inglês) no Find a Grave
  3. «Who killed Martin Luther King?: the true story by the alleged assassin - James Earl Ray». Books.google.ca. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  4. Gerald Posner, Killing The Dream 1998
  5. «James Earl Ray». biography.com. Consultado em 16 de outubro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre criminosos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.