James Gordon Lindsay

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gordon Lindsay
Nascimento 18 de junho de 1906
Zion, Illinois
Morte 1 de abril de 1973 (66 anos)
Dallas, Texas
Nacionalidade  Estados Unidos
Ocupação Evangelista, pastor, escritor

James Gordon Lindsay (Zion, 18 de junho de 1906Dallas, 1 de abril de 1973) foi um escritor, autor e fundador da Cristo para as Nações.

Nascido em Zion, Illinois, Os parentes de Gordon foram discípulos de John Alexander Dowie, o pai do reavivamento da cura na América. depois da família se mudar para Portland, Oregon, o jovem garoto foi influênciado por John G. Lake e convertido por Charles G. Parham. Na idade de dezoito anos ele começou seu ministério como um missionário evangelista conduzindo pessoas as Assembléias de Deus e outros grupos pentecostais. Algumas de suas obras estão traduzidas para o português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

James Gordon Lindsay nasceu e cresceu em uma atmosfera de cura e experiência pentecostal. Ele nasceu em Zion City, Illinois, em 18 de junho de 1906. Seus pais eram Thomas Lindsay e Effie (Ramsey) Lindsay. Eles eram seguidores de John Alexander Dowie, um famoso evangelista de cura. Quando a cidade foi à falência, após a queda Dowie, o primeiro Lindsays foi movido a uma comunidade cristã, na Califórnia, dirigida por Pisgah Finis E. Yoakum, e depois para Portland, Oregon. Ele se converteu durante uma reunião liderada por Charles G. Parham, o iniciador do movimento pentecostal em Topeka, Kansas. Ele então desenvolveu relacionamento com John G. Lake, que começou a Missões Cura Divina, em Spokane, [[Washington e Portland, Oregon. Lindsay viajou com o Lake nas campanhas da Califórnia e dos estados do sul. Depois, ele se tornou um pastor de uma igreja do Evangelho Quadrangular na Califórnia, mas voltou ao Oregon, onde casou-se com Freda Schimpf.

Depois, Lindsay aceitou um convite para pastorear uma igreja em Ashland, Oregon, no início da década de 1940. Em 1947 ele tinha ouvido e encontrou William M. Branham, que estava tendo um sucesso significativo no ministério de evangelismo. Demitiu-se e tornou-se gerente da campanha Branham. A fim de promover as campanhas, Lindsay começou a "Voz da Cura", em abril de 1948. Era uma revista de grande circulação no sul. Branham estava tendo lutas e anunciou que ele já não estava em condições de fazer as reuniões evangelísticas. Isto foi devastador para Lindsay, e sua equipe, já que o foco pra ele sair do ministério pastoral foi sobre o ministério de Branham.[1]. Jack Coe veio como um co-editor da revista. Ele começou a se concentrar em outros ministérios, como Jack Coe, Oral Roberts, e A.A. Allen. A Voz do grupo de cura patrocinaram uma convenção evangelística de cura em Dallas, Texas e Kansas City, em 1950. Eventualmente, alguns dos ministros envolvidos desenvolveu a sua própria revista e o grupo tornou-se muito pequeno.

Lindsay, assim como Charles Cullis (70 anos antes), sentiu que havia necessidade de uma literatura que cobriram a história, teologia e experiência de cura. Ele escreveu mais de 250 livros e panfletos, além de ser um colaborador regular da revista "Voz da Cura". Sentindo-se um convite para desenvolver missões e obras evangelísticas, ele patrocinou campanhas de missões internacionais. Ele escreveu a literatura que foi enviado em todo o mundo através de uma literatura nativa. Ele começou um programa de rádio e junto com WA Raiford, fundou o Clube Internacional de Igrejas e Ministros do Evangelho Pleno. Durante 1956, ele realizou um Winning Cruzada das Nações, com o objetivo de enviar equipes de ministros a todo o mundo! A revista "A Voz da Cura" mudou seu nome para Cristo para as Nações.

Cristo para as Nações[editar | editar código-fonte]

Há alguns anos ele já vinha ensinando jovens a serem missionários nas nações, o poder do nome de Jesus e do batismo no Espírito para o crente. Então, em 1970 ele fundou, juntamente com Freda sua esposa, o Christ For The Nations Institute (Cristo para as Nações) que hoje conta com mais de 1200 alunos, sendo 250 internacionais de 50 nações diferentes.[2]

Ele também foi um dos primeiros cristãos a tratar e escrever de assuntos como OVNIs..[3] assim como artigos na Voice of Healing Magazine - em tradução livre, Revista Voz do Paraíso.[4]

James Gordon Lindsay morreu inesperadamente em 1 de abril de 1973 na hora de um culto no Instituto.

Freda Lindsay, sua esposa, continuou diligentemente o seu sonho apostólico de fundar igrejas, apoiar ministros e estudar muitos alunos. Ela continuou ativa até sua idade de 94 anos. Morreu em sua casa, faltando um mês para completar 95 anos, na meia noite de quase o mesmo dia do mês que o marido tinha morrido (26/03/2010) a 27 anos atrás disso.

Seu filho, Dennis Lindsay, é o atual presidente do CFNI e continua o trabalho que seus pais começaram.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

Gordon Lindsay publicou vários livros em inglês e outros idiomas. Alguns dos livros publicados em português são:[5]

  • A Revolução e suas consequências
  • A Vida e os Ensinos de Cristo - Vol. I
  • A Vida e os Ensinos de Cristo - Vol. II
  • A Vida e os Ensinos de Cristo - Vol. III
  • Abraão - O Amigo de Deus
  • Adão e Eva
  • As Maravilhosas Promessas de Jesus
  • Casamento, Divórcio e Novo Casamento
  • Como Receber a Cura
  • Como Receber o Batismo com o Espírito Santo
  • Como tornar-se um cristão bem-sucedido
  • Davi alcança o reino
  • Declínio e queda de Israel e Judá
  • Elias, o homem que não morreu
  • Eliseu, o homem que recebeu a porção dobrada
  • Eliseu, o profeta do sobrenatural
  • Enoque e Noé - patriarcas do dilúvio
  • Esdras e Neemias - O retorno da Babilônia
  • Gideão e os primeiros juízes
  • Isaias, o profeta messiânico - Jeremias, o profeta "chorão"
  • Isaque e Rebeca
  • Jacó - o suplantador que se tornou um príncipe com Deus
  • Jacó e o seu filho José
  • Jefté e Sansão
  • José e seus irmãos
  • Josué, o conquistador de canaã
  • Ló e sua esposa
  • Moisés e a igreja no deserto
  • Moisés e seus contemporâneos
  • Moisés, o legislador
  • Moisés, o libertador
  • O Caminho para a vida eterna
  • O Jovem Davi
  • O Ministério Carismático
  • O Profeta Samuel
  • Oração e Jejum - A chave mestra para o impossível
  • Oração que transporta montes
  • Orações que transformam o mundo
  • Os 400 anos de silêncio
  • Os fatos sobre o sétimo dia
  • Os primeiros reis de Israel
  • Os primeiros reis de Judá e a revolução
  • Os profetas menores - Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias
  • Os profetas menores - Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas e Miquéias
  • Os Segredos da Oração que Transporta os Montes
  • Os últimos dias de Davi e seus contemporâneos
  • Rute, a respigadeira, e o menino Samuel
  • Salomão e Roboão
  • Saul e Jônatas
  • Saul, o primeiro rei de Israel
  • Sinais da Próxima Vinda de Cristo

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.