James Sprenger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jakob Sprenger (Rheinfelden, 1435Estrasburgo, 6 de dezembro de 1495) foi um monge dominicano que - assim como Heinrich Kraemer - foi nomeado pelo Papa Inocêncio VIII como inquisidor para o norte da Europa. A atribuição ao livro Malleus Maleficarum ou O Martelo das Bruxas a Sprenger é duvidosa, pois há uma discussão no meio acadêmico se ele participou somente escrevendo o prefácio, revisando ou, até mesmo, só foi colocado o nome sem a participação do mesmo. O livro nunca foi aprovado pela Igreja e acabou sendo inserido no Index Librorum Prohibitorum. O livro descreve a influência do demônio nas feiticeiras e a forma de identificar a feitiçaria, bem como a forma como as feiticeiras devem ser julgadas e punidas.

para bibliografia vide:

  • Wolfgang Behringer: Sprenger, Jacob. In: Neue Deutsche Biographie (NDB). Band 24, Duncker & Humblot, Berlin 2010, ISBN 978-3-428-11205-0, S. 752 f. (Digitalisat).
  • Elmar Bereuter: Hexenhammer, Roman. Herbig, München 2003. ISBN 3-7766-2341-1 (belletristische Darstellung)
  • Heinrich Kramer (Institoris): Der Hexenhammer. Malleus maleficarum. Kommentierte Neuübersetzung, herausgegeben und übersetzt von Günter Jerouschek und Wolfgang Behringer, München, dtv 2000, ISBN 3-423-30780-3

Veja também[editar | editar código-fonte]